Topo

Futebol


Atlético-MG empata no final com o Fortaleza após ficar com um a menos

Do UOL, em Belo Horizonte

02/11/2019 19h00

Fortaleza e Atlético-MG empataram por 2 a 2 na tarde de hoje, na Arena Castelão. Gabriel Dias (duas vezes) marcou os gols do mandante. Patric e Fábio Santos garantiram o resultado no jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Os mineiros ficam com 36 pontos no torneio nacional depois do resultado de hoje, na 13ª posição. Os comandados de Rogério Ceni estão na 12ª colocação, com a mesma pontuação. O primeiro time da zona de rebaixamento é o Fluminense, que soma 31 pontos.

O melhor: Gabriel Dias

Impossível não enaltecer o autor de dois gols na partida entre Fortaleza e Atlético. O lateral direito foi, sem dúvida, o principal nome do duelo válido pela 30ª rodada do Brasileirão 2019. Ele fez ambos em jogadas de bola aérea. Na primeira oportunidade, recebeu cruzamento de Osvaldo no primeiro poste para balançar a rede de Cleiton. Minutos depois, foi ele o responsável por evitar gol do Galo, salvando quase na linha e de calcanhar a bola que empataria a partida. O segundo gol aconteceu com cruzamento de maneira bem semelhante.

O pior: Cleiton

Cleiton não foi bem no jogo ocorrido na noite de hoje. O goleiro cometeu falhas cruciais para os gols sofridos pelo time mineiro no jogo ocorrido na capital cearense. Ele saiu mal da meta nos dois lances que culminaram em gol do Fortaleza e foi, sem dúvidas, o pior em campo na partida de hoje.

Patric volta a ser titular e marca belo gol no Castelão

Patric voltou a ser titular do Atlético na tarde de hoje. O lateral direito entrou pelo lado esquerdo da defesa graças à má fase de Fábio Santos. A mudança foi por opção de Vagner Mancini. No entanto, por causa de uma lesão de Guga, ele voltou para a sua função de origem. Em um lance de erro de Felipe Alves, goleiro do Fortaleza, Patric aproveitou para finalizar de longa distância e estufar a rede.

Fábio Santos reage e marca gol após vaias no Independência

Fábio Santos reagiu dias após ser vaiado pela própria torcida. O lateral esquerdo entrou como reserva na tarde de hoje e balançou a rede nos minutos finais em um chute cruzado.

Em nova chance, Geuvânio é expulso e tem partida apagada

Geuvânio teve nova oportunidade com as cores do Atlético-MG na tarde de hoje. O atacante foi titular da equipe comandada por Vagner Mancini, mas novamente decepcionou. Ele pouco criou no setor ofensivo e, para piorar, foi expulso por receber o segundo amarelo no início da etapa final. A sua saída comprometeu a atuação da equipe mineira na etapa complementar.

Fortaleza tem mais posse de bola e leva muito perigo ao gol de Cleiton

O Fortaleza teve mais posse de bola durante toda a partida. O time comandado por Rogério Ceni prezou por ficar com a bola e tentou criar pelos lados do gramado. O volume foi traduzido em oportunidades. A equipe levou bastante perigo à meta defendida por Cleiton. Foram ao menos cinco finalizações contra o gol do time adversário.

Atlético aposta em contra-ataques, mas cai de rendimento

O Galo passou a jogar mais fechado sob a batuta de Vagner Mancini. Com menos posse, o time tentou sair em velocidade com Geuvânio e Luan. Contudo, não conseguiu transformar as jogadas em lances de perigo. A melhor oportunidade - o gol de Patric - saiu em um erro do goleiro Felipe Alves.

Ficha técnica
Fortaleza x Atlético-MG

Motivo: 30ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019
Local: Arena Castelão, em Fortaleza
Data: 2 de novembro de 2019 (sábado)
Horário: às 17h (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Gols: Gabriel Dias - 14'/1ºT (1-0); Patric - 23'/1ºT (1-1); Gabriel Dias - 27'/1ºT (2-1); Fábio Santos - 40'/2ºT (2-2)

Cartão vermelho: Geuvânio (Atlético-MG)

Cartão amarelo: Jackson, Philip, Rogério Ceni, Wellington Paulista (Fortaleza); Geuvânio, Réver, Franco Di Santo (Atlético-MG)

Fortaleza
Felipe Alves; Gabriel Dias, Juan Quintero, Jackson e Carlinhos; Juninho, Felipe, Romarinho (Felipe Pires), André Luís e Osvaldo (Marlon); Wellington Paulista (Kieza).
Técnico: Rogério Ceni.

Atlético-MG
Cleiton; Guga (Fábio Santos), Réver, Igor Rabello e Patric; Zé Welison, Nathan (Bruninho), Terans (Marquinhos) e Geuvânio; Luan e Franco Di Santo.
Técnico: Vagner Mancini.

Futebol