Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Diretor do Corinthians descarta demissão de Carille: "Não há possibilidade"

Do UOL, em São Paulo

19/10/2019 21h18

O diretor de futebol Duílio Monteiro Alves compareceu à entrevista coletiva do técnico Fábio Carille após a derrota por 2 a 1 do Corinthians para o Cruzeiro, hoje, em Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro, para assegurar que o clube não demitirá o treinador. Ao lado de Carille, o dirigente disse que não há nenhuma possibilidade de trocar o comando da equipe. Pelo menos por enquanto.

"Estou aqui por isso. O Corinthians não vai trocar de treinador. Fábio tem contrato até o fim de 2020, sabemos que o momento não é bom, tem que melhorar, mas vim aqui por isso: não existe essa possibilidade, não existe conversa com outro treinador. O Fábio continua com a gente, por isso eu vim", disse Duílio.

Perguntado sobre os motivos da manutenção do técnico, o diretor respondeu: "Por tudo o que ele já fez, pelo dia a dia, pelo trabalho. O Corinthians está em quarto, é tricampeão paulista, tem a confiança nossa. Não tem por que trocar treinador. Nunca existiu isso de procurarmos outro treinador. Por isso eu vim, sabendo que outra derrota vai gerar essas histórias".

Carille, por sua vez, admitiu que vive sua primeira crise como treinador do Corinthians. Sem vencer há quatro rodadas no Brasileirão, o time pode perder a quarta posição amanhã e ser ultrapassado na tabela por São Paulo, Internacional e Bahia.

"Como técnico é, sim, mas em 11 anos de Corinthians, não. Já vi de tudo. Os oito anos como auxiliar foram uma faculdade, mais do que isso, o dia a dia e a realidade. Faz a gente trabalhar mais ainda, rever algumas coisas, dar apoio ao grupo", afirmou.

"O principal aprendizado que tive foi naquela derrota do Tolima (na Pré-Libertadores de 2011), o Andrés bancou o Tite naquele período e depois fomos muito vitoriosos. Sei que trabalho muito, meu grupo trabalha demais. Mesmo com tantas dificuldades, ainda estamos na parte de cima. Se melhorar, vamos continuar em cima e conseguir nosso objetivo", disse Carille.

O técnico, aliás, foi expulso no final do jogo após reclamar ostensivamente da arbitragem depois do segundo gol do Cruzeiro. Com 44 pontos, o Corinthians está na quarta colocação do Brasileirão.

Corinthians