Topo

Atlético-MG mira Cuca e pode repetir São Paulo com Mancini como coordenador

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

17/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Atlético-MG avalia a possibilidade de contar com Cuca para o cargo de treinador em 2020
  • Vagner Mancini pode seguir no clube mineiro. No entanto, teria a função de coordenador técnico
  • Departamento de futebol cogita equipe técnica nos mesmos moldes adotados pelo São Paulo em 2019
  • Para voltar ao Galo, Cuca precisaria de carta branca para mudar elenco. Nomes não agradam 100% ao técnico
  • Outra necessidade é o pagamento de uma dívida antiga do Atlético com Cuca. O clube tem um débito desde a sua saída, em 2013

A diretoria do Atlético-MG pode repetir o que fez o São Paulo nesta temporada, com Vagner Mancini como coordenador técnico e Cuca na função de treinador. O clube estuda o retorno do campeão da Copa Libertadores 2013. No entanto, sabe que é necessário atender a uma série de exigências e quitar uma dívida antiga para tê-lo novamente.

O diretor de futebol Rui Costa, o mandatário Sérgio Sette Câmara e o vice-presidente Lásaro Cândido Cunha creem que o técnico pode retornar à Cidade do Galo em 2020 e já fizeram contato para saber sobre o seu interesse. As conversas são incipientes. Porém, os membros do departamento de futebol sabem que é preciso dar "carta branca" ao comandante para que ele possa fazer as mudanças necessárias no elenco.

O atual plantel do Galo não agrada ao treinador completamente. Ele teria que receber total liberdade para fazer as mudanças necessárias no grupo de jogadores, o que incluiria uma participação ativa no mercado da bola de 2020.

Outro aspecto abordado seria a dívida que o clube possui com o treinador. Desde a sua saída, em dezembro de 2013, há um débito em aberto com Cuca. O valor não é revelado, mas é confirmado pelo estafe do técnico.

Para sacramentar um retorno a Belo Horizonte, a renegociação da dívida é uma das exigências. É possível diluir o valor em eventuais pagamentos, como luvas, direito de imagem e vencimentos na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).

Cuca está desempregado desde 16 de setembro, quando pediu demissão do São Paulo. O técnico era uma das opções para o clube após a saída de Rodrigo Santana. No entanto, não está disposto a iniciar um novo trabalho em 2019. Ele só quer voltar a exercer a sua função em janeiro do próximo ano.

Com uma possível chegada do treinador à Cidade do Galo, a mudança de Vagner Mancini de cargo é uma possibilidade. Hoje na função de técnico, ele se tornaria gestor, tornando-se um elo entre departamento de futebol e elenco. O trabalho seria semelhante ao que é feito por Marques, gerente de futebol. No entanto, com maior influência no vestiário.

O atual contrato de Mancini com o Atlético tem três meses de duração. Ele chegou ao clube com a função de substituir Rodrigo Santana e salvar o Galo de um eventual rebaixamento.

Atlético-MG