PUBLICIDADE
Topo

Beneméritos do Vasco respondem Zezé Perrella: "Entende é de helicóptero"

Presidente de Conselho do Cruzeiro, Zezé Perrella disse que clube caminha para virar Vasco ou Portuguesa - Washington Alves/Vipcomm
Presidente de Conselho do Cruzeiro, Zezé Perrella disse que clube caminha para virar Vasco ou Portuguesa Imagem: Washington Alves/Vipcomm

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

11/10/2019 11h36

A declaração do presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, Zezé Perrella, dizendo que o clube mineiro "caminha "a passos largos para virar um Vasco da Gama, uma Portuguesa", repercutiu muito mal no Cruzmaltino. O Conselho de Beneméritos vascaíno emitiu uma nota oficial repudiando o dirigente e ironizando-o.

No fim do texto, os conselheiros dizem que Perrella "entende bem mesmo é de helicóptero", numa alusão ao episódio em 2013, onde um helicóptero da família do senador (MDB-MG) foi apreendido com mais de 400 quilos de cocaína no Espírito Santo.

Ontem (10), de forma mais discreta, o Twitter oficial do Vasco postou um emoticon de um helicóptero, mas não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Veja abaixo a nota oficial do Conselho de Beneméritos do Vasco:

"Diante da entrevista recente do vice presidente do Cruzeiro, o Conselho de Beneméritos do Club de Regatas Vasco da Gama repudia com veemência a declaração irresponsável, preconceituosa e infeliz deste cidadão. Certo que ele desrespeitou a imensa torcida vascaína e denegriu a imagem do Clube. Talvez não conheça a história de lutas, glórias e conquistas do Vasco da Gama, afinal de contas, o correto dirigente entende bem mesmo é de helicóptero.

Silvio Godoi

Presidente do Conselho de Beneméritos do Club de Regatas Vasco da Gama"

Helicóptero da Limeira Agropecuária, do deputado Gustavo Perrella (SDD), filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG), é apreendido com cocaína - Divulgação/Polícia Federal no ES - Divulgação/Polícia Federal no ES
Helicóptero da família de Zezé Perrella foi apreendido em 2013 com mais de 400 quilos de cocaína no ES
Imagem: Divulgação/Polícia Federal no ES

Futebol