Topo

Futebol


Ceni agradece carinho da torcida do São Paulo, mas lamenta derrota

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

05/10/2019 20h25

Rogério Ceni viveu um dia muito diferente. Pela primeira na capital paulista, o treinador do Fortaleza enfrentou o São Paulo, clube que defendeu por mais de 20 anos. Hoje (5), no Pacaembu, ele viu a equipe cearense perder para o Tricolor paulista por 2 a 1, no duelo válido pelo Campeonato Brasileiro. O técnico falou da emoção de jogar contra o seu ex-time e ser ovacionado pela torcida.

"Sou muito grato, é lógico que o carinho me deixa feliz. Mas Queria sair com melhor sorte para o Fortaleza. Lógico que é gratificante, acho que mostra o carinho que eles têm por um jogador que mostrou empenho durante tantos anos", disse Rogério Ceni.

Na próxima rodada do nacional, o Fortaleza vai enfrentar a Chapecoense. O time de Rogério Ceni soma 25 pontos na tabela de classificação e tenta fugir das últimas colocações.

"Fomos muito pressionamos nos primeiros minutos, depois equilibramos. Tentamos, acho que pelo que jogamos poderíamos ter um resultado melhor", avaliou o treinador.

Confira mais alguns trechos da entrevista com Ceni:

Análise do jogo

Cometemos uma falha no primeiro gol, o São Paulo teve superioridade no começo, mas depois igualamos

Diniz

Gosto muito do Fernando, acho que ele tem um estilo marcante. Ele tem pouco tempo de São Paulo. Deve melhorar ainda mais. Conseguimos depois marcar mais pressão. É cedo para avaliar o trabalho dele. É um treinador que tem um passado, deve ajudar o São Paulo a subir. Se deixarem trabalhar e fizer o seu estilo.

Diniz e Ceni

O Fernando sempre trabalhou com um estilo que quer que marque pressão. São dois jogadores que gostam de propor jogo. Pelo que vi do Diniz, ainda não é a cara dele. O Fortaleza teve a sua chance e poderia ter feito o 2 a 1 antes.

Deixa São Paulo feliz?

São coisas distintas, não dá para um treinador sair derrotado e satisfeito.

Mais Futebol