Topo

"Mudaríamos independente do Ceni", diz presidente sobre saída de Zé Ricardo

Marcelo Paz, presidente do Fortaleza - Gustavo Simão/Fortaleza EC
Marcelo Paz, presidente do Fortaleza Imagem: Gustavo Simão/Fortaleza EC

Do UOL, em Santos (SP)

30/09/2019 10h57

Resumo da notícia

  • Demitido do Cruzeiro, Ceni voltou ao comando do Fortaleza após a saída de Zé Ricardo
  • Presidente do Fortaleza disse que Zé Ricardo seria demitido de qualquer forma
  • Marcelo Paz disse ainda que não havia mais clima entre Zé Ricardo e torcida
  • Rogério Ceni já estará no banco no jogo de hoje à noite, contra o Botafogo

O Fortaleza anunciou ontem (29) a volta de Rogério Ceni, que chega para substituir Zé Ricardo, demitido na sexta-feira (27) após a derrota por 4 a 1 para o Athletico, na Arena da Baixada. Segundo o presidente Marcelo Paz, a mudança no comando técnica aconteceria independente de Ceni - que foi mandado embora do Cruzeiro na semana passada - estar disponível no mercado.

"O ambiente [com Zé Ricardo] junto ao torcedor não era ideal. A gente fez a mudança independente do Rogério. Se o Rogério não aceitasse, a mudança teria sido feita. Conversamos com o Zé Ricardo na sexta sem ter nenhuma certeza de que o Ceni aceitaria. Até porque nem tínhamos falado com ele ainda. Então uma coisa não foi vinculada à outra. Sem o Zé, a nossa primeira opção então foi o Rogério, que estava livre no mercado", disse o presidente em coletiva para a imprensa.

De acordo com Marcelo Paz, Rogério Ceni estava cansado e disse que o único clube que ele voltaria a trabalhar neste ano é o Fortaleza.

"O Rogério tinha uma dúvida. Ele estava muito cansado. Ele disse muito claro para a gente: 'Eu só aceitaria qualquer convite se fosse do Fortaleza, nenhum outro time eu trabalharia esse ano. Eu tenho a opção de descansar, me reenergizar'. E a gente foi conversando, a gente tinha a convicção de que ele seria o melhor nome. Ele disse: 'Não se preocupe [com a questão financeira]. Ninguém esperava que seria tão rápido [a volta de Rogério Ceni]", acrescentou.

Já com Rogério Ceni no banco de reservas, o Fortaleza volta a campo na noite de hoje (30) para enfrentar o Botafogo, às 20h (de Brasília), na Arena Castelão, em um dos jogos que encerram a 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.