Topo

Diretor do Atlético-MG reforça confiança em Rodrigo Santana: "terá tempo"

Rui Costa, diretor de futebol do Atlético-MG, fala sobre a situação de Rodrigo Santana - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Rui Costa, diretor de futebol do Atlético-MG, fala sobre a situação de Rodrigo Santana Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

27/09/2019 16h10

Resumo da notícia

  • Rui Costa, diretor de futebol do Atlético-MG, se retrata por eliminação: "Quero pedir desculpas ao torcedor"
  • O dirigente garante que dará o tempo necessário para Rodrigo Santana retomar o caminho das vitórias no Brasileirão.
  • Rui Costa e Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético-MG, se reuniram após a queda na Sul-Americana e discutiram o futuro do clube.
  • Rodrigo Santana segue como treinador do Galo e tem contrato até dezembro de 2020.

Rui Costa, diretor de futebol do Atlético-MG, se manifestou sobre a eliminação do time para o Colón (ARG), na noite de ontem, pela ida da semifinal da Copa Sul-Americana 2019. Ele pediu desculpas ao torcedor e reforçou a confiança que tem em Rodrigo Santana para o cargo de treinador.

"Quero pedir desculpas ao torcedor. Nosso grupo fez por merecer a classificação, fez um grande jogo, intensidade, competência tática, entrega... Mas infelizmente tomamos um gol e sabemos que a lógica de performance, superioridade técnica e física não vale. Quero pedir desculpas ao torcedor. O torcedor do Galo acredita e vamos fazê-lo acreditar. Vamos retomar no Campeonato Brasileiro", disse.

Sobre a sequência de Rodrigo Santana na Cidade do Galo, o diretor de futebol relata que teve uma conversa com Sérgio Sette Câmara, presidente do clube, por quase duas horas no vestiário do Mineirão. Entre os temas abordados, a sequência do treinador.

"O que queremos proporcionar ao Rodrigo é o tempo para que ele possa performar como fez e faz. Estou aqui todos os dias. Quando não estou, o Marques está. O Rodrigo, que já performou, já fez a equipe desempenhar, não deixa uma lacuna para a equipe melhorar. Resultado é importante, mas o que temos que fazer é dar ao treinador que tem demonstrado trabalho. O jogo de ontem, a forma como jogamos, nos dá um indicativo de que o caminho está sendo retomado", declarou o dirigente, alegando que o técnico jamais esteve ameaçado em seu cargo:

"Existem pressuposições coerentes com o que se fazem no futebol brasileiro. Se a gente tivesse vencido ontem nos pênaltis, não teria que vir aqui agora".

Rodrigo Santana tem contrato com o Atlético até dezembro de 2019. O treinador iniciou o seu trabalho à frente da equipe em abril passado, logo após a saída de Levir Culpi. Em junho, foi efetivado como técnico do time e, desde então, vive o seu pior momento na Cidade do Galo.

Atlético-MG