Topo

China, lesões e agora cartões prejudicam sequência de Hernanes no São Paulo

Hernanes comemora gol do São Paulo - Wallace Teixeira/Futura Press/Estadão Conteúdo
Hernanes comemora gol do São Paulo Imagem: Wallace Teixeira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Arthur Sandes e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

24/09/2019 04h00

Mais uma vez, Cuca não vai contar com Hernanes na hora de escalar o São Paulo. O Profeta recebeu o terceiro cartão amarelo no Brasileirão, no último fim de semana, contra o Botafogo e, por isso, vai ter de cumprir suspensão automática no jogo de amanhã, contra o Goiás. Nesta temporada, o camisa 15 disputou apenas 26 dos 42 confrontos do Tricolor paulista.

Os motivos para o meio-campista, considerado um dos principais reforços do São Paulo para o ano, desfalcar a equipe em tantas as partidas são variados. Hernanes, 34, voltou ao Morumbi antes de a temporada começar, mas não teve uma pré-temporada extensa para aprimorar sua condição física da maneira esperada.

O tempo de preparação antes dos jogos oficiais era bastante importante para um jogador veterano, retornando do futebol chinês. Seu último compromisso pelo Hebei Fortune havia sido no dia 11 de novembro, na vitória por 2 a 1 sobre o Beijing Guoan.

Ou seja, em comparação com boa parte de seus companheiros de Tricolor, o camisa 15 tinha ficado cerca de um mês há mais afastado dos gramados. Para complicar, logo de cara, ainda no início de 2019, o São Paulo já tinha uma decisão para encarar. Longe de sua melhor forma, Hernanes defendeu o time na fase preliminar da Libertadores, contra o Talleres. A equipe acabou eliminada pelos argentinos.

A temporada avançou, e os problemas físicos se tornaram um obstáculo. Neste ano, o meia já sofreu com tendinite na perna direita, estiramento no bíceps da coxa esquerda e uma lesão grave no adutor da perna direita.

Agora, quando começava a embalar uma boa sequência de jogos, dando sinais de evolução com direito ao gol feito contra o Botafogo, veio a suspensão automática. Dessa forma, o jogador deve reforçar o time no fim de semana, contra o Flamengo, no sábado (28). Pelo menos é o que Cuca espera. No total, ele balançou as redes quatro vezes em 2019.