Topo

Ceni não descarta mudar novamente o Cruzeiro por 1ª vitória como visitante

Do UOL, em Belo Horizonte

22/09/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Rogério Ceni cogita mudar a escalação para enfrentar o Ceará na quarta-feira
  • O Cruzeiro não vence como visitante neste Campeonato Brasileiro
  • A Raposa tem o pior aproveitamento fora de casa com quatro empates e seis derrotas
  • Ceni citou desfalques no elenco por lesões para justificar o resultado negativo

O Cruzeiro busca uma vitória inédita fora de casa na atual edição do Brasileiro para tentar se afastar da zona de rebaixamento. Sem vencer como visitante em 2019, o clube enfrentará o Ceará na próxima quarta-feira (25) e buscará um resultado positivo. Rogério Ceni cogita uma nova mudança na equipe neste duelo.

Em seis jogos à frente do time, o técnico não conseguiu repetir a formação, seja por opção ou por necessidade devido a suspensões ou lesões. Para o jogo da Arena Castelão, o comandante não descarta alterar a escalação, sobretudo pela necessidade de vencer o primeiro confronto fora de casa.

"Perdemos por 1 a 0 para o Palmeiras e por 2 a 1 para o Flamengo. O time se comportou melhor contra Palmeiras e Flamengo. Podemos até mudar no próximo jogo, precisamos de vitórias. O time melhorou o nível de futebol. Nós pegamos Grêmio, Palmeiras e Flamengo. Subimos um degrau, mas pegamos times num degrau acima do nosso", declarou.

Até hoje, o Cruzeiro fez dez partidas fora de seus domínios e obteve quatro empates e seis derrotas. O desempenho é o pior do torneio como visitante.

Rogério Ceni ainda explicou as alterações feitas nos seis jogos anteriores: "Nós tivemos algumas lesões. Por exemplo, o Dedé e o Léo estão lesionados. Só aí você tiraria uma situação grande de mudança. O Orejuela desfalcou a gente pela seleção de seu país. São raros os treinadores que conseguem repetir os seus times. Em jogos menos espaçados, é natural que haja mais trocas".

Cruzeiro