Topo

Tiago Nunes vê "jogo parelho" e evita euforia após vitória do Athletico

Tiago Nunes, técnico do Athletico, acredita que o time está aprendendo ao longo do ano - Gabriel Machado/AGIF
Tiago Nunes, técnico do Athletico, acredita que o time está aprendendo ao longo do ano Imagem: Gabriel Machado/AGIF

Do UOL, em Porto Alegre

12/09/2019 00h56

Tiago Nunes não quis saber de euforia. Depois da vitória por 1 a 0 do Athletico-PR, no jogo de ida da final da Copa do Brasil, o treinador disse que ainda há "um tempo" pela frente e que o jogo contra o Inter mostrou forças semelhantes em campo.

"Foi um jogo com os ingredientes de uma final. Um jogo tenso com duas equipes de características bastante marcantes em campo. O Inter é um time defensivamente muito forte, que fecha os espaços. O Athletico propõe o jogo. Mas o Inter tem um contra-ataque rápido e forte, o pivô muito bem feito pelo Guerrero. Foi um jogo parelho, a posse por si só não se traduziu em chances de gol, que foram parecidas. Dominamos mais a bola, por mais tempo, mas o Inter teve até mais finalizações, um número igual de chances de gol. Um jogo equilibrado, difícil e estratégico", avaliou o treinador.

Bruno Guimarães fez o gol que dá vantagem ao Athletico. Agora, o time paranaense joga por qualquer empate ou vitória no Beira-Rio, na próxima quarta-feira. Derrota por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Se o Inter fizer margem maior, ergue a taça.

"Temos todo o segundo tempo para jogar no Beira-Rio. Precisamos estar concentrados para merecer conquistar a Copa do Brasil", disse.

Crente da capacidade do Colorado em seus domínios, Tiago Nunes lembrou que o Athletico aprendeu ao longo da temporada e pode suportar a pressão que acontecerá na capital gaúcha.

"O jogo não se condiciona só por uma equipe. O desejo é manter a mesma postura que temos aqui, mas tem o componente do adversário. A gente viu como foi o jogo do Inter contra o Palmeiras lá, um grande jogo. Já passamos por situações parecidas e levamos ensinamentos. Estamos aprendendo a cada partida nesta temporada para conseguir levar o título. Precisamos estar mentalmente e fisicamente muito fortes para bater um adversário como é o Inter", completou.

O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira às 21h30 (de Brasília), em Porto Alegre.