PUBLICIDADE
Topo

ESPN comemora boa audiência com transmissão de "rádio" na TV

Chico Silva

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/09/2019 04h00

Sem os direitos do Campeonato Brasileiro e da Copa Sul-Americana, a ESPN buscou inspiração no rádio durante jogos desses dois torneios. A emissora do Grupo Disney fez transmissões de três partidas em formato sem imagem: A vitória do São Paulo sobre o Athletico Paranaense pelo Nacional e os dois confrontos das quartas de final do torneio continental entre Corinthians e Fluminense. Os resultados da iniciativa surpreenderam positivamente os executivos do canal.

Apesar das críticas e piadas nas redes sociais, as transmissões deram resultado considerada bom internamente. A classificação do Corinthians para as semifinais da Sul-Americana rendeu audiência 130% superior à media do mesmo horário do canal às quintas-feiras. O jogo que foi realizado às 21h30, em faixa da programação que até semana passada era ocupada pelo "Futebol na Veia". A emissora fez alterações na grade, e desde segunda-feira o "SportsCenter" é o novo dono do horário.

A audiência do último "SportsCenter Minuto a Minuto", como a ESPN nomeou a atração, foi 25% maior do que a do empate entre Corinthians e Fluminense na partida de ida. O canal irá transmitir sem imagem sempre que um jogo de maior apelo não tiver exibição em nenhuma plataforma. Foi o caso de Athletico x São Paulo.

A emissora também pode investir no formato em partidas da Sul-Americana que envolvam brasileiros e sejam exibidas com exclusividade pela DAZN, plataforma de streaming que entrou esse ano no mercado brasileiro. Nesse caso, a ideia é atrair a atenção dos torcedores que ainda não assinaram o serviço, que hoje custa R$ 37,90 por mês.

Para ocupar a tela durante os 90 minutos de jogo, a ESPN instalou câmeras em bares onde torcedores de Corinthians e Fluminense assistiam à partida em São Paulo e no Rio de Janeiro. Em antecipação ao resultado, o boteco corintiano estava mais cheio e animado. E o ângulo do equipamento permitiu imagens típicas de um botequim, como a de um detergente na pia do balcão e a da atendente servindo latas de cerveja aos torcedores.

O do Flu tinha poucos torcedores. Eles acompanhavam o drama tricolor em pé de frente para uma televisão. Em alguns takes, a tela foi dividida com cenas do locutor Cledi Oliveira e do comentarista Paulo Calçade nos estúdios da emissora em São Paulo e com a fachada do Maracanã. Os repórteres Cícero Mello e Flávio Ortega entravam por celular ao vivo do estádio, assim como o ex-jogador Zé Elias, segundo comentarista da noite.

A próxima transmissão "fantasma" da ESPN deverá ser a de Corinthians x Independiente del Valle do Equador, dia 18 de setembro, pela semifinal da Copa "Sul-Americana. O jogo será disputado na Arena Corinthians

UOL Esporte vê TV