Topo

Em situação ruim, Flu lida com insatisfação de parte do elenco com Oswaldo

Relação de Oswaldo de Oliveira com o elenco não é das melhores - LUCAS MERÇON/FLUMINENSE FC
Relação de Oswaldo de Oliveira com o elenco não é das melhores Imagem: LUCAS MERÇON/FLUMINENSE FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

03/09/2019 17h56

O Fluminense parece mergulhar em uma crise sem fim. Após a derrota para o Avaí no Maracanã, o Tricolor se afundou na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, e a troca de técnicos feita no fim do último mês começa a refletir negativamente. Parte do elenco está insatisfeita com o novo treinador Oswaldo de Oliveira.

A informação foi publicada inicialmente pelo blog Terno e Gravatinha e confirmada pelo UOL Esporte. Internamente, a cúpula de futebol tenta aparar as arestas para evitar que o clube fique em uma situação ainda mais delicada. Em apenas duas semanas e três jogos, o técnico já se vê pressionado no cargo.

A raiz do problema é a demissão de Fernando Diniz, com quem nutriam forte relação. Alguns jogadores contestam a visão de futebol de Oswaldo, muito diferente da do antecessor. Lideranças do elenco também não gostaram do tom do técnico na coletiva de imprensa após a derrota para o Avaí, algo que já havia sido notado em conversas internas e cobranças no vestiário. A relação começou mal.

A substituição de Ganso também foi motivo de incômodo. O camisa 10 foi substituído sob vaias no segundo tempo, o que na opinião de parte dos jogadores poderia ter sido evitado. Não houve conflito ou discussão, mas o clima esteve longe da leveza, até pelo resultado negativo e a situação delicadíssima na competição.

No sábado, às 17h, o Fluminense vai ao Castelão enfrentar o Fortaleza. Na 18ª colocação do Brasileirão com apenas 12 pontos, o Tricolor necessita desesperadamente voltar a vencer para tentar fugir da zona de rebaixamento.

Fluminense