Topo

Vasco volta a São Januário e aposta em torcida e "campanha de G4"

Estádio de São Januário é um fator de peso para o Vasco no Campeonato Brasileiro  - Rafael Ribeiro / Site oficial do Vasco
Estádio de São Januário é um fator de peso para o Vasco no Campeonato Brasileiro Imagem: Rafael Ribeiro / Site oficial do Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

25/08/2019 04h00

Após dois jogos longe, o Vasco está de volta a São Januário, que passou por reformas nos refletores para se ajustar a exigências da CBF. Neste domingo, às 16h (horário de Brasília), o Cruzmaltino recebe o São Paulo novamente em sua casa e aposta na força da torcida e no bom desempenho jogando em seus domínios.

No Brasileiro foram seis jogos até o momento no tradicional estádio. São três vitórias, dois empates e uma derrota, o que representa um aproveitamento de 61,11% dos pontos disputados - números típicos de times que brigam no G4 pelas primeiras colocações - Flamengo, Palmeiras e São Paulo têm 66,7% de aproveitamento.

Com 17 pontos e uma realidade diferente longe de São Januário, o Vasco ainda mantém o alerta contra o rebaixamento ligado no clube, mesmo com uma pequena gordura em relação à zona da degola.

São Januário até o fim

Até por conta do bom rendimento, o técnico Vanderlei Luxemburgo pediu à diretoria que não houvesse mais mandos de campo nesta edição do Campeonato Brasileiro. A manobra foi realizada contra Corinthians, CSA e Flamengo - foram dois empates e uma derrota.

Os próprios jogadores, quando tiveram oportunidade, explicitaram a predileção por atuar na Colina, até por conta do apoio da torcida - para este duelo com o São Paulo, a última parcial de ingressos divulgada apontava para 19 mil vendidos.

"Pudemos ver a força da torcida contra o Fluminense. Saímos atrás no placar e, com a força dela, viramos a partida. O Vasco jogar em São Januário é completamente diferente de outros estádios. Eu fiz gol aqui (pelo Bangu), o gol que me trouxe para cá. Vou fazer de tudo para fazer um gol, agora pelo Vasco, em São Januário. Quero ajudar a equipe a sair vitoriosa", disse o volante Marcos Júnior.

O engajamento da torcida não se explica apenas aos dias de jogo. Na última quinta-feira, o clube lançou uma 'vaquinha' visando a construção do centro de treinamento que será utilizado, futuramente, pelo elenco profissional e categoria de base. O lançamento acontece em um momento em que o clube passa por crise financeira e vê a possibilidade de ser despejado do local que utiliza atualmente, um dos motivos pelos quais apresenta um projeto a curto prazo.

VASCO X SÃO PAULO

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

Vasco
Fernando Miguel, Pikachu, Henriquez, Castan e Henrique; Richard, Andrey, Raul e Marcos Junior; Talles e Marrony
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

São Paulo
Tiago Volpi; Juanfran, Anderson Martins, Arboleda e Léo Pelé; Liziero, Tchê Tchê e Daniel Alves; Everton (Vitor Bueno), Antony e Raniel
Técnico: Cuca