Topo

UOL Esporte vê TV


Edmundo diz que jogadores devem ajudar Figueira: "W.O. não adiantou nada"

Edmundo no programa "Expediente Futebol", do Fox Sports - Reprodução/Fox Sports
Edmundo no programa "Expediente Futebol", do Fox Sports Imagem: Reprodução/Fox Sports

Do UOL, em São Paulo

23/08/2019 20h17

Na edição de hoje (23) do "Expediente Futebol", do Fox Sports, a bancada debateu sobre a situação do Figueirense. Na última terça-feira, os jogadores da equipe catarinense não entraram em campo contra o Cuiabá, em partida da Série B do Campeonato Brasileiro, em protesto contra pagamentos atrasados. O time foi punido com um W.O, que deu a vitória por 3 a 0 ao adversário, além de uma multa de 5 mil reais. Na opinião de Edmundo, a atitude dos jogadores não foi tão útil.

"Tem que vir de cima, da CBF, do governo, enfim: tem que ser obrigatório o cumprimento dos deveres, jogadores trabalham e tem que receber. E tem que ter uma lei que só possa gastar dentro do orçamento. Agora, tem o outro lado da história, os direitos televisivos da Série B são bem menores que da Série A. Os jogadores também tem que 'dar uma mão ao clube'. O W.O. tirou três pontos do Figueirense e não resolveu nada", declarou o ex-jogador, que teve passagem de sucesso pelo time catarinense durante a carreira.

Edmundo afirmou ainda que os jogadores devem se comprometer a levar o clube de volta à primeira divisão, para que o orçamento cresça e a situação melhore para todos.

"Eu acho que tem que ter uma conversa entre adultos para preservar o nome da instituição, para que os jogadores levem o clube de volta à primeira divisão. A partir daí, o clube tem um orçamento grande para cumprir com suas obrigações. Todos os clubes do Brasil já passaram por bons e maus momentos. Não estou a favor de A ou de B. É errado trabalhar e não receber. Mas não adiantou nada viajar, não entrar em campo, perder os pontos, não receber, e agora voltar a jogar", completou.