Topo

Futebol


Torcedor surdo sofre para acompanhar jogo "fantasma" entre Athletico e SPFC

Alexandre Lenz Cavalcanti, torcedor surdo do São Paulo - Arquivo pessoal
Alexandre Lenz Cavalcanti, torcedor surdo do São Paulo Imagem: Arquivo pessoal

Beatriz Cesarini e Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

22/08/2019 11h08

O jogo "fantasma" entre Athletico e São Paulo, ontem (21), pelo Campeonato Brasileiro, excluiu parte dos torcedores. Sem imagem televisiva, os são-paulinos e atleticanos surdos precisaram encontrar modos alternativos de acompanhar os 90 minutos.

Alexandre Lenz Cavalcanti, 58, é da Zona Sul de São Paulo e não pôde ir até Curitiba ver seu time do coração. Sobrou a ajuda do filho Fred para que ele soubesse o que acontecia na Arena da Baixada.

"Foi muito difícil acompanhar a partida. O meu filho Fred ouviu e ficou me ajudando a acompanhar. Eu assisto aos jogos sempre pela TV, é mais fácil para mim", explicou.

Alexandre Lenz Cavalcanti e o filho Fred - Arquivo pessoal
Alexandre Lenz Cavalcanti e o filho Fred
Imagem: Arquivo pessoal

A partida virou "fantasma" por causa da disputa de direitos de imagem. Athletico e São Paulo têm acordos com emissoras distintas (Turner e Globo, respectivamente) e, por isso, não era possível que o jogo passasse nos canais a cabo. A outra opção para esses casos é o Premiere FC, mas o time paranaense não fechou acordo para que suas partidas fossem televisionadas em pay-per-view.

Com tantas limitações, não era fácil encontrar nem links alternativos transmitindo o duelo. UOL Esporte encontrou pelo menos dois perfis em redes sociais que fizeram a transmissão, ambos localizados na arquibancada visitante.

"Meus amigos que também são surdos procuraram muitos vídeos no YouTube e no Instagram, mas só tinha áudio da partida. Eles tiveram que contar com ajuda da família, que ouviam no rádio e comentavam com eles o que acontecia", explicou Alexandre Lenz Cavalcanti.

"A gente fica chateado com isso. Eu pago caro o Premiere e não consegui ver o jogo. Parecia os anos 1950, que não tinha TV, só rádio", lamentou.

O duelo terminou com vitória do São Paulo por 1 a 0. O meia Vítor Bueno foi o responsável pelo único gol.

Mais Futebol