Topo

Everson diz que é o "primeiro incomodado" com o aumento de gols sofridos

Everson concede entrevista coletiva no CT Rei Pelé, do Santos - UOL
Everson concede entrevista coletiva no CT Rei Pelé, do Santos Imagem: UOL

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

21/08/2019 10h34

Os cinco gols sofridos pelo Santos nos últimos dois jogos representaram mais da metade do número total no Campeonato Brasileiro. Até a partida diante do Goiás, o Peixe havia sofrido apenas nove gols. O aumento da média preocupa o goleiro Everson.

O camisa 22 do Santos valorizou a média da equipe antes das partidas fora de casa, disse que os números ainda são bons, mas quer melhorar.

"Primeiro incomodado é o goleiro. Vínhamos com bons números, mas acabamos tomando número alto de gols. Não é nossa característica. Média era 0,5, aumentou para 0,76. É boa ainda, mas podemos melhorar. Espero que não tomemos gols contra o Fortaleza para conseguirmos um bom resultado", afirmou o goleiro.

O Peixe ainda tem a quinta melhor defesa da competição com 14 gols sofridos, ao lado de Athletico-PR e Ceará. Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Internacional estão à frente da equipe santista no quesito.

Após duas derrotas consecutivas, o Santos volta a campo para se recuperar na competição neste domingo, às 16h, quando recebe o Fortaleza na Vila Belmiro, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.