Topo

Com concorrente "ao lado", Jorge pode igualar sequência de Aguilar em 2019

Jorge domina bola durante jogo do Santos - Ivan Storti/Santos FC
Jorge domina bola durante jogo do Santos Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

21/08/2019 04h00

O lateral-esquerdo Jorge pode igualar a maior sequência como titular do Santos no ano de 2019, que hoje pertence ao zagueiro Felipe Aguilar: 12 partidas consecutivas. O lateral recentemente convocado para a seleção brasileira chegou a 11 jogos seguidos e contou com uma "ajuda inesperada" do concorrente da posição para atingir essa marca: Felipe Jonatan.

Se na direita o técnico Jorge Sampaoli ainda não encontrou um substituto para o titular Victor Ferraz e vem sofrendo com as alternativas escaladas, na esquerda a história é diferente. Mesmo diante do bom início de Jorge com a camisa do Santos, o também recém-chegado Felipe Jonatan mostrou tanta qualidade que começou, aos poucos, a ser utilizado em outras funções pelo técnico argentino.

O desempenho do lateral ex-Ceará agradou e, quando perdeu Jean Lucas para o Lyon (FRA) durante a parada para a Copa América, Sampaoli encontrou no lateral-esquerdo que era opção a Jorge seu novo volante.

Assim, Jorge e Felipe Jonatan por vezes dividem o setor esquerdo do Santos, tendo sempre o venezuelano Yeferson Soteldo mais à frente. Na maioria das vezes é Jorge quem fica postado como lateral na linha de quatro defensiva, mas quando o camisa 3 sobe ou centraliza, Felipe Jonatan consegue ficar na posição.

Com isso Felipe Jonatan ao seu lado na equipe, Jorge encontrou caminho aberto para engatar 11 jogos consecutivos como titular do Peixe, igualando a segunda maior sequência do ano, que pertence ao volante Diego Pituca, e se aproximando de atingir os 12 jogos consecutivos do colombiano Aguilar, que se deram entre as partidas contra o Bragantino e diante do Novorizontino, pelo Campeonato Paulista.

Desde que chegou ao Santos, Jorge fez 19 jogos, marcando um gol e conseguindo duas assistências. O lateral está emprestado pelo Monaco ao Peixe até o final da temporada. O jogador topou voltar ao Brasil para recuperar o futebol após passar um ano atuando muito pouco durante outro empréstimo, ao Porto (POR).

O técnico Jorge Sampaoli gostaria que o lateral continuasse no Santos em 2020, mas sabe que a negociação beira o impossível. O Peixe deve sim tentar a permanência do jogador, mas internamente sabe que é muito pouco provável que consiga.