Topo

Vice do Flamengo embarca para negociar com Balotelli na Europa

Eric Gaillard/Reuters
Imagem: Eric Gaillard/Reuters

Leo Burlá e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro e em São Paulo

12/08/2019 22h49

Após alguns dias de um flerte à distância, dirigentes do Flamengo e Mario Balotelli se encontrarão pessoalmente para debater um relacionamento mais sério. O vice-presidente de futebol rubro-negro, Marcos Braz, e o diretor executivo da pasta, Bruno Spindel, embarcam rumo à Europa no início da madrugada desta terça (13) para negociar diretamente com o astro italiano.

Além da dupla de cartolas, quem também irá ao Velho Continente para acompanhar as conversas é o advogado Marcos Motta, acostumado a trabalhar em contratos internacionais com estrelas do futebol e parceiro do Flamengo. O trio desembarcará em Lisboa (Portugal) às 10h30 (horário de Brasília).

Clube brasileiro e astro italiano ainda não estão falando exatamente a mesma língua. O Rubro-negro carioca tenta convencer o agente de Balotelli, Mino Raiola, a reduzir pedidas salariais e de luvas. E os dirigentes acreditam que somente pessoalmente poderiam avançar na empreitada.

Raiola ainda tenta emplacar o jogador no futebol de seu país, e o clube brasileiro adotou uma postura mais agressiva para levar a melhor no final. Essa semana será decisiva para que a questão avance significativamente, visto que sexta-feira expira o prazo de inscrição para as quartas de final da Libertadores. Até esta data, o Rubro-negro tem de enviar para a Conmebol os dois jogadores que serão integrados à lista. Filipe Luís, recentemente contratado, será um deles.

Cautela e "negócio difícil"

Ainda que o embarque rumo ao continente europeu anime parte da torcida e possa sinalizar algo mais encaminhado, a diretoria mantém os pés no chão e evita euforia.

De acordo com informações do blogueiro do UOL Mauro Cezar Pereira, a ideia do Flamengo é fechar um contrato de dois a três anos de duração. A cúpula, no entanto, entende que "dobrar" o agente do Balotelli não será simples e classifica a conversa como um "negócio difícil".

Corrida contra o tempo

No sonho dos dirigentes, o "Super Mario" estaria apto ao menos para o confronto de volta contra o Internacional, dia 28 de agosto, mas este cenário não é dos mais simples. Para tanto, o namoro teria de engrenar em alta velocidade.

Após a vitória contra o Grêmio, Marcos Braz, vice de futebol do clube, disse que ainda há muitas coisas para serem amarradas até que as partes selem um compromisso."É complicado. Isso envolve cuidados. Eu não posso falar muita coisa sobre essa operação. O Flamengo tem interesse, mas não tem proposta oficial. Com calma, a gente vai ver o que vai fazer até o final da semana que vem", afirmou.

Ao mesmo tempo, Braz informou que só embarcaria para um encontro pessoal em caso de chance real de um acerto.

Flamengo