Topo

Goleiro de 21 anos cresce no Atlético e ganha moral com ausência de Victor

Goleiro não passou tantos sustos contra o Cruzeiro, mas foi seguro quando precisou fazer suas intervenções - Bruno Cantini/Atletico
Goleiro não passou tantos sustos contra o Cruzeiro, mas foi seguro quando precisou fazer suas intervenções Imagem: Bruno Cantini/Atletico

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

06/08/2019 04h00

O goleiro Cleiton está em alta no Atlético-MG. Aos 21 anos, o jogador vem surpreendendo positivamente abaixo das traves e deixando para trás a desconfiança sobre substituir à altura ninguém menos que Victor, ídolo da torcida e atualmente lesionado.

Há quatro jogos sem levar gols e protagonizando boas defesas, ele atravessa seu melhor momento na carreira ainda curta e já começa até a ouvir pedidos para virar titular do Galo.

Por mais que Victor não estivesse em sua melhor forma, a presença de Cleiton abaixo das traves gerou uma dúvida sobre a capacidade do goleiro de dar conta do recado. Mas a desconfiança caiu por terra já nas primeiras partidas e seguiu também em jogos importantes, como o clássico contra o Cruzeiro e as duas decisões pela Sul-Americana, contra o Botafogo.

Mais que boas intervenções, o jovem tem passado mais segurança ao torcedor, algo que Victor não estava conseguindo, colecionando falhas e tomando gols considerados defensáveis.

Promovido aos profissionais em 2017, Cleiton vive um momento raro no Atlético. Dos 18 jogos pelo clube, 14 foram feitos nessa temporada. Isso só foi possível porque Giovanni deixou a equipe há um ano, e Cleiton virou o reserva imediato de Victor, que hoje trata de uma tendinite. No Mineiro, o novato recebeu seis chances, todas com o time mesclado. Agora, todos os últimos cinco jogos foram feitos com o time titular.

"É inexplicável um momento desse, sabendo da situação em que eu estava, sem ter muita oportunidade. Estou completando o quarto jogo sem tomar gol. Principalmente em cima do Cruzeiro, no meu primeiro clássico como profissional. Um resultado desse é inexplicável", celebrou o goleiro, após a vitória no clássico contra o Cruzeiro.

Atlético-MG