Topo

Cuca fala em usar calça da sorte e quer lateral para fechar elenco do SPFC

Cuca, técnico do São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Cuca, técnico do São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

22/07/2019 23h11

O São Paulo derrotou a Chapecoense por 4 a 0 hoje, no Morumbi, e deu um salto na classificação do Campeonato Brasileiro. Apesar de comemorar o triunfo e quinta posição na tabela, o técnico Cuca também está de olho no mercado da bola para fechar o elenco do Tricolor paulista. Na visão do treinador, ainda falta um lateral direito para o elenco ficar mais próximo do ideal. Nas rodadas anteriores, o volante Hudson atuou na posição. No duelo desta noite, Igor Vinícius - único ala direito do plantel - atuou na vaga.

"Não é dia de falar disso, mas a pergunta é boa [sobre a possibilidade de contratar um lateral]. Estamos em busca de um jogador para essa posição para fechar esse elenco", disse Cuca.

"Em relação ao Hudson, eu tive uma conversa com ele, que sempre foi primeiro ou segundo volante em todos os clubes em que jogou. E ele não quer ser efetivado como lateral direito. Ele se dispôs a jogar na lateral, mas não quer ser efetivado como lateral. Eu concordo com ele. Se precisar, ele poderá ser usado", explicou o treinador.

Conhecido por ser supersticioso, Cuca chamou a atenção por usar uma calça jeans preta na partida de hoje. O comandante prometeu repetir a vestimenta nos próximos confrontos. "Vamos repetir se ganhou. Se está dando certo, você não muda", afirmou o técnico.

Veja mais alguns trechos da entrevista de Cuca:

Everton

O Everton quando veio para o São Paulo era top dos tops. Teve um momento muito bom, e uma queda. Temos de recuperar esse momento bom, assim que vamos melhorar o grupo.

Méritos da vitória e mudanças no time

São riscos do ofício. Temos de correr riscos. Entendo que no futebol o risco maior é do treinador. Não penso no que vai dar errado. Temos confiança em quem vai entrar. Precisava ter a saída mais rápida na nossa leitura. Era o que o jogo pedia. É bom porque vamos ganhando força do grupo. Tem Liziero, Rojas ainda para voltar, que são jogadores importantes e com eles vamos melhorando a qualidade do grupo.

Importância de vencer

Hoje tinha muita coisa em jogo, não era só uma partida. Tinham sete posições em disputa. As coisas começam a se encaminhar para a gente. Dá confiança e moral. Em qualquer setor é importante isso. Agora é trabalhar para termos mais uma vitória no Rio de Janeiro.

São Paulo