Topo

Futebol


Richarlison faz discurso e cobra do Governo do ES investimentos na educação

Richarlison comemora gol do Brasil contra o Peru - REUTERS/Henry Romero
Richarlison comemora gol do Brasil contra o Peru Imagem: REUTERS/Henry Romero

Do UOL, em São Paulo

10/07/2019 21h04

O atacante Richarlison, campeão da Copa América com a seleção brasileira, cobrou do Governo do Espírito Santo mais investimentos na educação do Estado. O pedido foi feito, hoje, em discurso durante homenagem ao atacante na Assembleia Legislativa do Espírito Santo.

Antes da Copa América, Richarlison se prontificou a ajudar nas despesas de estudantes do Ifes de Nova Venécia (ES), sua cidade-natal, que disputarão a Olimpíada Global de Matemática 2019, em Taiwan.

"Eu não sei como funciona isso, não tenho nem noção, mas eu queria pedir ao governo para investir mais na educação. Muitos vão ficar de fora (da Olimpíada Global de Matemática da Ásia) porque falta investimento. Então eu peço que invistam mais na educação, que é muito importante para o nosso Estado crescer", disse Richarlison, que ainda complementou o pedido.

"Estudos e saúde são muito importantes. Eu procuro fazer o meu melhor para poder ajudar, agora pude ajudar o Ifes para viajar para a Ásia. Espero que o governo olhe mais para os estudos, que possam investir mais. Na saúde também. É o pedido que eu faço para vocês", acrescentou.

Durante o discurso, Richarlison ainda lembrou da infância difícil e do risco de se envolver com tráfico de drogas.

"Claro que as coisas não são fáceis, foi difícil chegar onde cheguei. Passei boa parte da minha vida em Nova Venécia, comecei a jogar com 10 anos na escolinha Leão de São Marcos, depois fui para a escolinha do Régis, que também disputava a Copa A Gazetinha, muito conhecida aqui no Estado, e fiquei seis anos jogando as competições aqui, fui artilheiro na maior parte. Vivi em uma área que era fácil se perder no caminho das drogas, no mundo do tráfico, e eu fui uma pessoa abençoada, não me envolvi com isso. Só tenho a agradecer a quem me ajudou", contou o atacante do Everton, da Inglaterra.

Futebol