Topo

Esporte


"Em casa", Uruguai tem recepção mais calorosa que Brasil em Porto Alegre

Chegada da seleção urugaia - AUF/Divulgação
Chegada da seleção urugaia Imagem: AUF/Divulgação

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

17/06/2019 20h49

O Uruguai está quase em casa. Na noite de hoje (17), a delegação da Celeste chegou a Porto Alegre para o jogo de quinta-feira contra o Japão, válido pela segunda rodada do grupo C da Copa América. A equipe foi recebida com mais gente apoiando do que a seleção brasileira na última vez em que esteve na capital gaúcha.

Quando o Brasil chegou para o amistoso contra Honduras, no Beira-Rio, eram apenas seis torcedores no hotel que serviu de concentração. O mesmo hotel utilizado pelos uruguaios recebeu mais de vinte pessoas para a chegada dos jogadores.

Com cartazes e camisas da seleção, eles se dividiam entre brasileiros e uruguaios que residem em Porto Alegre ou que vieram apenas para o jogo. "Eu me emociono sempre que vejo a seleção uruguaia", disse um dos presentes. "Eu gosto do Uruguai, queria ver o Cavani e o Suárez", afirmou Paulo Silveira, brasileiro que aproveitou que trabalhava perto para prestigiar os visitantes.

Torcida recebe seleção uruguaia - Marinho Saldanha
Torcida recebe seleção uruguaia
Imagem: Marinho Saldanha

O apoio se justifica por conta da proximidade. Vizinhos do Rio Grande do Sul, os uruguaios conseguem facilmente chegar a Porto Alegre em algumas horas de carro ou ônibus.

A equipe do técnico Óscar Tabárez chegou perto das 20h30 (de Brasília) e realizará amanhã sua primeira atividade na cidade. Pela manhã, treinará com portões fechados no CT Luiz Carvalho, do Grêmio. À tarde, dois jogadores concederão entrevista coletiva.

A notícia ruim para os uruguaios foi o corte de Matías Vecino, confirmado hoje. O jogador se lesionou na estreia, quando a equipe venceu o Equador por 4 a 0.

Esporte