Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Ralf explica discussão de Carille com árbitro: "Reclamou com razão"

Do UOL, em São Paulo

12/06/2019 23h45

A derrota por 1 a 0 para o Santos na noite de hoje, pelo Brasileirão, deixou Fábio Carille de cabeça quente na Vila Belmiro. O treinador do Corinthians discutiu com o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães um lance de impedimento, pareceu se irritar no meio da conversa e ainda recebeu um cartão amarelo. Na saída de campo, o volante Ralf explicou o entrevero.

"O professor reclamou com razão, porque naquele lance ele [árbitro] deu impedimento e depois tiro de meta para Santos, mas não se dá impedimento em lances de tiro de meta", argumentou Ralf em entrevista à TV Globo, referindo-se a um lançamento de Walter para o ataque. "Ali acho que o árbitro falou algo que desrespeitou o Carille", completou o volante.

O lance aconteceu já aos 46 minutos do segundo tempo. A arbitragem paralisou a jogada sinalizando impedimento, mas Wagner do Nascimento Magalhães admitiu o erro e recomeçou o clássico com um lance de bola ao chão para o Corinthians. A esta altura o Timão buscava o empate com certo desespero, mas não levava grande perigo ao Santos.

Questionado sobre o caso, Clayson deu versão parecida. "É básico: no tiro de meta não tem impedimento. Eles têm que saber ouvir quando erram e pedir desculpas, mas ele [árbitro] acabou ofendendo... Ele ofendeu o Carille, que foi cobrar do erro. Tem que assumir quando erra", afirmou o atacante à rádio Bandeirantes.

De modo geral, o Santos controlou o clássico até chegar ao gol com Eduardo Sasha pouco depois do intervalo. Uma vez que se estabeleceu na partida, o time da casa não deixou mais o Corinthians reagir e levou o duelo até com certa tranquilidade. Na visão de Ralf, porém, faltaram detalhes para o Timão sair da Vila Belmiro com pelo menos um ponto. "Só faltou fazer o gol. Jogamos bem, principalmente no primeiro tempo", resumiu o volante.