Topo

Palmeiras diz que Goulart tirou parte do menisco e evita acelerar retorno

Ricardo Goulart se lesionou no primeiro jogo do Palmeiras no Campeonato Brasileiro - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Ricardo Goulart se lesionou no primeiro jogo do Palmeiras no Campeonato Brasileiro Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

21/05/2019 12h32

O meia Ricardo Goulart teve sua situação atualizada pelo departamento médico do Palmeiras hoje. O clube explicou que o jogador retirou parte do menisco lateral do joelho direito na última cirurgia, realizada depois de ele sofrer uma lesão no final de abril, em jogo contra o Fortaleza, pela estreia do Campeonato Brasileiro. Não há pressa para que o camisa 11 volte a atuar.

O tempo estimado de recuperação, de pelo menos quatro semanas mais um período de recondicionamento físico, segue o mesmo. Desta forma, ele só deve estar à disposição de Felipão novamente no segundo semestre, após a parada para a Copa América. O clube até poderia acelerar o processo, como já fez em outros casos, mas vai aproveitar a pausa nas competições para o concluir a recuperação do atleta.

Segundo o Palmeiras, não é possível nem relevante afirmar a porcentagem do menisco que foi retirada, mas isso não vai necessariamente impactar a carreira ou o estilo de jogo de Goulart. É possível compensar de outras formas, com treinos específicos e cuidados com o corpo, a ausência do menisco, que é uma cartilagem da articulação do joelho que tem como principais funções amortecer os impactos e melhorar o encaixe dos ossos.

O Palmeiras tem mais seis jogos até a parada da Copa América, sendo dois pela Copa do Brasil e quatro pelo Campeonato Brasileiro. O próximo desafio é amanhã, às 19h15, contra o Sampaio Corrêa, no Maranhão, pelas oitavas de final da competição de mata-mata. Goulart, que está emprestado até o fim do ano pelo Guangzhou Evergrande, deverá estar à disposição novamente em julho.