Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Empresário critica corte de Sornoza da Copa América: "Não representa nada?"

Apesar de líder de assistências no Corinthians, Sornoza está sem espaço em sua seleção - Alan Morici/AGIF
Apesar de líder de assistências no Corinthians, Sornoza está sem espaço em sua seleção Imagem: Alan Morici/AGIF

Do UOL, em São Paulo

20/05/2019 17h47

O estafe de Sornoza digeriu mal a exclusão do meio-campista dos convocados do Equador para a Copa América. No dia em que o meia do Corinthians foi cortado pelo técnico Hernán Darío Gómez, seu empresário Bernardo Escansette reclamou da decisão nas redes sociais.

"Feitos de Júnior Sornoza, por enquanto, em 2019: campeão paulista, passe para o gol do título; líder de assistências (nove); primeiro equatoriano da história do Corinthians. Será que tudo isso não representa nada para o seu país? Levante a cabeça, Sornoza. Sua hora vai chegar!", escreveu Escansette no perfil da agência que representa o jogador.

Sornoza havia aparecido na lista prévia de 40 jogadores, mas ficou fora dos 23 escolhidos para jogar a Copa América no Brasil. Ele ainda não abandonou todas as esperanças, pois ainda pode ser incluído no grupo caso haja alguma lesão entre os convocados.

O Equador estreia na Copa América no próximo dia 16, contra o Uruguai, no Mineirão. Depois disso ainda encara o Chile, no dia 21, e o Japão, três dias depois, para saber se avança no grupo C da competição. Se ficar mesmo fora do torneio, Sornoza segue livre para defender o Corinthians nos seis jogos que a equipe tem pela frente até a parada do futebol brasileiro - incluindo o duelo contra o Deportivo Lara (VEN), pela Copa Sul-Americana, às 19h15 (de Brasília) desta quinta-feira (23).