PUBLICIDADE
Topo

Feliz e bravo. Flamenguistas exaltam final, mas se irritam com Abel e VAR

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

07/04/2019 04h00

O Flamengo arrancou empate com o Fluminense, por 1 a 1 ontem, e se classificou para a final do Campeonato Carioca. Evidentemente, a torcida está feliz com o fato de ter eliminado o rival, mas algumas situações tiraram os rubro-negros do sério nessa semifinal.

A irritação com Abel Braga não chega a ser novidade, mas ganhou novo capítulo no último sábado. O treinador ganhou um companheiro para dividir a ira da torcida: o VAR. O assistente de vídeo entrou em ação em algumas oportunidades e o Flamengo 'se deu mal' em todas elas.

A euforia por mais uma vaga na final poderia ser completa, mas havia um VAR e o Abel Braga no caminho.

Revolta com VAR

Logo nos primeiros minutos, Willian Arão abriu o placar, mas a torcida logo teve que parar de comemorar. O VAR entrou em ação e indicou falta de Leo Duarte em Rodolfo. Minutos depois, Gilberto acertou cotovelada em Renê. O árbitro novamente consultou a TV e deu apenas um amarelo. Ainda houve uma bola na mão de Everaldo com penalidade ignorada. Apesar da revolta dos flamenguistas, os comentaristas de arbitragem elogiaram as decisões.

O único erro, de fato, ocorreu em enfiada de bola de Diego para Uribe. O auxiliar deixou o lance seguir, mas o árbitro assinalou impedimento, matando o lance. A ordem é deixar o lance seguir e anular o gol com a ajuda do VAR se for o caso. Para piorar, o colombiano estava em posição legal.

Pô, Abel

O técnico Abel Braga viveu dias complicados no Flamengo e, ao que tudo indica, o drama deverá seguir. Além do time não apresentar um bom futebol, algumas escolhas do treinador têm tirado a paciência da torcida. No último sábado, ele decidiu dar rodagem para Uribe visando jogo da Libertadores - Gabigol cumprirá suspensão. A preferência dele pelo colombiano em vez de Arrascaeta tem incomodado e muito os rubro-negros.

Jogo trouxe respostas

E as queixas dos torcedores ganharam ainda mais credibilidade após o jogo trazer algumas respostas. Uribe recebeu nova oportunidade e mais uma vez foi um dos piores em campo. Além disso, o time cresceu de produção após a entrada de Arrascaeta, aclamado pela torcida.
Com Gabigol fora contra o San José-BOL, a torcida espera apenas que Arrascaeta seja o escolhido como substituto natural - com Bruno Henrique sendo deslocado para a função de centroavante.

Explicações ou teimosia?

As frequentes perguntas sobre Arrascaeta no time titular irritaram Abel Braga na coletiva pós-jogo. "O que falta e não falta (para Arrascaeta ser titular) vai ficar sempre comigo. Só uma coisa que tem que ficar claro: o Flamengo é escalado de dentro para fora". A cada dia fica mais claro que há algo que impede o uruguaio fazer parte da equipe principal.

Evidentemente que a entrada de Arrascaeta criará a necessidade de sacar alguém do time. Com todos à disposição, quem sairia? A explicações não convencem a torcida que cada vez mais acredita em uma teimosia por parte do treinador.

Diego vaiado

Em enquete do próprio UOL Esporte sobre quem poderia deixar o time para a entrada de Arrascaeta, torcedores responderam Diego em sua maioria. No último sábado, Abel Braga sacou o camisa 10 para colocar o uruguaio no jogo. As arquibancadas reagiram e vaiaram a atuação do atleta formado pelo Santos.

"A concorrência é grande. Terá sempre alguém [torcedor] insatisfeito com o treinador nesse sentido. O Abel tem procurado ser justo. Há um acompanhamento diário nos treinamentos e essa decisão nem sempre é fácil. Importante é o Abel ser leal ao que vê e ele tem sido", disse Diego.

Arrascaeta tranquilo e paciente. Mas até quando?

Os reservas vão para atrás do gol para começar o aquecimento na volta do intervalo. No caminho, a torcida do Flamengo explode em um grito único: "Ah, Arrascaeta". O uruguaio entra em campo minutos depois, faz o time melhorar e conseguir a classificação.

"Tive uma conversa com o Abel nessa semana e ele me pediu para ficar tranquilo que minha oportunidade chegaria. Estou tranquilo e dando meu melhor nos treinamentos e nas chances que tenho em campo", disse Arrascaeta. Tranquilo e paciente, mas até quando?

Flamengo