Topo

Grêmio joga mal, perde para U. Católica e se complica na Libertadores

Sebastian Saez comemora gol da Universidad Católica contra o Grêmio - MARTIN BERNETTI / AFP
Sebastian Saez comemora gol da Universidad Católica contra o Grêmio Imagem: MARTIN BERNETTI / AFP

Do UOL, em Porto Alegre

04/04/2019 20h52Atualizada em 04/04/2019 23h06

Em uma noite muito abaixo do que já rendeu nesta temporada, o Grêmio perdeu por 1 a 0 para o Universidad Católica, no estádio San Carlos de Apoquindo, no Chile. A terceira rodada do grupo H da Libertadores complicou a situação do Tricolor para classificação às oitavas de final.

Com apenas um ponto, o Grêmio deixou de ser o último na chave graças à derrota do Rosario Central por 2 a 0 para o Libertad. Agora, por conta do saldo de gols, é terceiro colocado. O Católica pulou para seis pontos e é o segundo. O Libertad, líder do grupo, tem nove.

Com mais três partidas pela frente, duas em casa e uma fora, o Tricolor precisará pontuar se quiser seguir adiante. Se perder algum dos duelos, o time tem chances remotas de classificação.

O próximo compromisso do Grêmio pela Libertadores será na quarta-feira, dia 10, contra o Rosario Central, em Porto Alegre. Já o Universidad Católica pega o Libertad, no Chile, no mesmo dia.

Everton é o melhor do Grêmio

Entre várias jornadas abaixo do esperado, Everton foi quem mais tentou. O Cebolinha driblou, chutou, fez de tudo pelo crescimento da equipe.

Luan irrita Renato e Grêmio melhora com Jean Pyerre

O rendimento de Luan irritou Renato Gaúcho. Do banco de reservas, o treinador gesticulou muito pedindo melhores jogadas dele, que tomou algumas decisões erradas na partida. Numa jornada abaixo do que costuma ter, o meia foi substituído no segundo tempo e o Grêmio melhorou sensivelmente a partir do ingresso de Jean Pyerre.

Diego Tardelli não consegue se efetivo

Diego Tardelli teve seu jogo mais complicado até agora no Grêmio. E não conseguiu se encontrar. Desabastecido por uma jornada ruim do setor ofensivo, o atacante acabou substituído por André aos 20 do segundo tempo.

Universidad Católica usa espaços do Grêmio em contra-ataque

Mesmo em casa, o Universidad Católica preferiu não pressionar alto. Pelo contrário, forçou o Grêmio, que precisava desesperadamente do resultado por estar em último no grupo, a sair de trás. E quando foi, pouco inspirado, o Tricolor deixou espaços aproveitados em contra-ataques. Com Fuenzalida e Puch abertos e Sáez centralizado entre os zagueiros, o time chileno frequentou sempre perigosamente os lados da área e até concluiu bastante em gol. Abriu vantagem e esteve absoluto em campo durante boa parte da partida.

Grêmio dá espaços e Renato Gaúcho perde a linha

O Grêmio irritou o técnico Renato Gaúcho. Numa jornada muito abaixo do esperado individualmente, o time azul, branco e preto avançou sem conseguir trocar os conhecidos passes, entregou muitas vezes a bola para o adversário. E na hora de defender deu espaço. Tanto que na construção do gol, o Universidad Católica trocou passes livremente e concluiu sem qualquer problema dentro da área. Num primeiro tempo entre os piores da temporada, Portaluppi perdeu a cabeça. Reclamou, gesticulou, chutou garrafas de água, visivelmente irritado principalmente com Luan. No segundo tempo, o time melhorou a partir das entradas de Jean Pyerre e André. Começou a criar oportunidades de gol repetidas e ameaçar o gol de Dituro.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD CATÓLICA 1 X 0 GRÊMIO
Data
: 04/04/2019 (Quinta-feira)
Local: estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago (Chile)
Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia)
Auxiliares: John León e Dionisio Ruiz (ambos colombianos)
Cartões amarelos: Magnasco (UNI), Cornejo (UNI), Aued (UNI); Pedro Geromel (GRE);
Gols: Sáez, da Universidad Católica, aos 16 minutos do primeiro tempo;

GRÊMIO
Paulo Victor; Leonardo Gomes, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Michel, Montoya (Alisson), Luan (Jean Pyerre) e Everton; Diego Tardelli (André).
Técnico: Renato Gaúcho

UNIVERSIDAD CATÓLICA
Dituro; Magnasco, Kuscevic, Lanaro e Cornejo; Fuentes e Aued; Fuenzalida, Pinares e Puch (Lobos); Sáez (Riascos).
Técnico: Gustavo Quinteros