PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Treinado por amigo de D'Ale, rival do Inter tem longo jejum na Libertadores

Miguel Ángel Russo é técnico do Alianza Lima e amigo pessoal de D"Alessandro - Cris Bouroncle/AFP
Miguel Ángel Russo é técnico do Alianza Lima e amigo pessoal de D'Alessandro Imagem: Cris Bouroncle/AFP

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

13/03/2019 04h00

Enfrentar o Alianza Lima não tem gerado muita preocupação na Libertadores. Adversário do Inter hoje à noite no Beira-Rio, o time peruano não vence uma partida sequer no torneio continental há sete anos. A última vitória ocorreu em 2012. E quem pretende reverter esta situação é um amigo pessoal de D'Alessandro.

É Miguel Ángel Russo o comandante da equipe peruana. A relação com o camisa 10 do Internacional iniciou no San Lorenzo, em 2008. Foi o último clube de D'Ale antes de defender o Inter. Russo comandava a equipe argentina e enaltecia as qualidades do meia sempre que possível. Expoente técnico daquela equipe, fez 23 jogos e marcou três gols até que teve desfecho a chegada ao Inter.

Tão logo perdeu D'Ale, Russo reclamou. "Vamos sentir sua ausência. É nosso jogador diferenciado, não é fácil substituir D'Alessandro. Quase impossível", disse na época.

"Ele é meu amigo, um técnico experiente, campeão da Libertadores, conhece o campeonato. Vai ser um jogo complicado", disse o gringo do Inter.

A vida seguiu com o meia no Colorado e Russo passando por uma série de clubes. Depois do San Lorenzo treinou o Vélez Sarsfield duas vezes, o Rosario Central outras duas, o Estudiantes, o Millionarios, da Colômbia, e agora o Alianza Lima.

Neste período, manteve contato com D'Alessandro, com quem conversou algumas vezes durante os últimos anos. Até porque D'Ale fez o curso de treinadores da AFA (Associação do Futebol Argentino) e manteve contato com ele.

Neste ano, ele tem apenas uma derrota em cinco jogos. Ganhou três partidas e empatou na estreia da Libertadores contra o River Plate.

Mas se os números nesta temporada são bons, o histórico dos peruanos na competição não recomenda em nada. Há sete anos que não ocorre uma vitória. A última vitória foi em 2012, contra o Nacional, do Uruguai, logo na primeira rodada daquela competição. Em seguida, cinco derrotas.

O time só voltou à Libertadores ano passado, quando se despediu com um empate e mais cinco derrotas. Ou seja, em seus últimos 12 jogos na Libertadores, empatou dois e perdeu 10.

"O River teve se não mais, 70% de posse de bola na casa do Alianza. No Peru. Certamente vai ser um time que vai vir aqui com as linhas muito baixas. Fechado o centro do campo. Com poucos espaços. E a gente vai tentar trabalhar coisas na nossa ideia de jogo. De uma ideia inicial, que pode ocorrer e certamente que se não conseguirmos com ela, podemos buscar variações e formas de características que temos, que é para encontrar o principal para nós. O mais importante é fazer um bom jogo, e os seis pontos. E tenho certeza que o torcedor estará do nosso lado. É essa corrente e força que temos que criar, como no ano passado. Aqui quem joga é o Inter, não teremos facilidade, vai ser um jogo de extrema competitividade. Se dentro de casa marcaram muito, fizeram muitas faltas, foram muito competitivos, será isso aqui. E temos que no mínimo igualar isso. Igualar a força, a vontade, competir de igual para igual. Eu sempre peço mais. Mas é o mínimo. E daí que nossa qualidade possa prevalecer", disse o técnico Odair Hellmann.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X ALIANZA LIMA
Data e hora:
13/03/2019 (quarta-feira), às 21h30 (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Transmissão na TV: Globo e Fox Sports
Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)
Auxiliares: Jorge Urrego e Lubin Torrealba (todos venezuelanos)
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick, Pottker e Nico López; Pedro Lucas.
Técnico: Odair Hellmann
ALIANZA LIMA: Gallese; Rodrigo Cuba, Hansell Riojas, Gonzalo Godoy e Rosell; Tomás Costa, Cartagena e Luis Ramírez; Kevin Quevedo, Manzaneda e Ugarriza.
Técnico: Miguel Ángel Russo

Internacional