PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Palmeiras, Corinthians e Santos se manifestam sobre massacre em Suzano

Movimentação após tiroteio ocorrido na Escola Estadual Raul Brasil de Suzano, em Suzano - Suamy Beydoun/Agif/Estadão Conteúdo
Movimentação após tiroteio ocorrido na Escola Estadual Raul Brasil de Suzano, em Suzano Imagem: Suamy Beydoun/Agif/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

13/03/2019 13h58

Através de uma publicação na conta oficial no Twitter, o Palmeiras lamentou o massacre ocorrido na manhã de hoje em uma escola em Suzano (Grande São Paulo). A agremiação alviverde destacou que não concorda com nenhum tipo de violência.

"Nada, absolutamente nada, justifica a prática da violência. Não é possível ser plenamente feliz em um mundo em que tamanha atrocidade ainda ocorra. Continuaremos utilizando o espaço que dispomos na mídia e a influência sobre nossos torcedores e o mercado do futebol para levarmos mensagens e promovermos ações que contribuam efetivamente para uma sociedade mais justa, solidária e fraterna", escreveu o time.

Muitos seguidores apoiaram a atitude do Palmeiras e se disseram que sentem orgulho do clube. Também pelo Twitter, o Santos também se manifestou e enviou condolências aos familiares e amigos das vítimas:

"Nossa solidariedade a Suzano e a todos os moradores da cidade. Sentimentos aos familiares e amigos das vítimas e muita força aos feridos dessa tragédia inacreditável!", escreveu o time.

O Corinthians, por outro lado, publicou. "Muita força aos familiares e amigos das vítimas no lamentável ataque à escola em Suzano".

Dois atiradores entraram na Escola Estadual Professor Raul Brasil e abriram fogo contra estudantes e funcionários na manhã de hoje. Com os disparos, eles mataram ao menos oito pessoas e, em seguida, cometeram o suicídio, totalizando em 10 o número de mortos na ação.

Os atiradores tinham 25 e 17 anos, respectivamente. As autoridades ainda investigam as motivações do crime.

Palmeiras