PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Libertadores volta ao Beira-Rio após três anos com "caldeirão" e esperança

D"Alessandro comemora com torcida do Inter. Clube volta a jogar a Libertadores - Ricardo Duarte/Inter
D'Alessandro comemora com torcida do Inter. Clube volta a jogar a Libertadores Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

13/03/2019 04h00

Foram 1.337 dias entre 15 de julho de 2015 e hoje. Nesta data, o Inter venceu o Tigres, do México, por 2 a 1 em jogo de ida da semifinal daquela Libertadores. Três anos e meio se passaram e a competição volta ao Beira-Rio, que promete "caldeirão" e carrega a esperança dos colorados.

Ainda que neste ano já tenha ocorrido uma derrota em casa, logo no primeiro jogo do ano, contra o Pelotas, a temporada passada fez do estádio fortaleza. Durante todo ano de 2018 foram apenas duas derrotas como local. Para o Grêmio no Gauchão e para o Atlético-MG no Brasileiro.

E com boa média de público presente, o estádio se tornou sinônimo de apoio ao time, que embalado pela campanha como local terminou o Brasileiro em terceiro, batendo recorde de pontos de uma equipe egressa da Série B e classificando-se para a fase de grupos da Libertadores.

Agora a competição continental se apresenta como grande objetivo. Embalados pelas seis vitórias seguidas, os torcedores adquiriram praticamente todas as entradas para o duelo das 21h30 (de Brasília) e a expectativa bate os 40 mil aficionados.

E o time encontrou seu melhor momento exatamente quando precisa. Depois de oscilar no início do Estadual, enfileirou bons resultados, combinados com a vitória por 1 a 0 fora de casa contra o Palestino na estreia da Libertadores.

Muito aconteceu desde a última vez que o Inter disputou a Libertadores. Depois de cair para o Tigres em 2015 na semifinal, o Colorado foi rebaixado em 2016, disputou a Série B pela primeira vez em sua história na temporada 2017 e em 2018 viveu a fase de "reconstrução". Agora, se vê novamente em condições de sonhar com voos mais altos.

"O mais importante é fazer um bom jogo. Tenho certeza que o torcedor estará do nosso lado. A corrente e força que temos que criar, como no ano passado", disse o técnico Odair Hellmann. "Estádio lotado, nós, juntos do primeiro ao último minuto, com a força que temos aqui dentro para fazer a diferença, nós dentro de campo, o torcedor fora. Para criar esta simbiose, a simbiose da vitória. Nós aqui e eles, juntos, contra o adversário, para conquistarmos os três pontos", completou.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X ALIANZA LIMA
Data e hora:
13/03/2019 (quarta-feira), às 21h30 (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Transmissão na TV: Globo e Fox Sports
Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)
Auxiliares: Jorge Urrego e Lubin Torrealba (todos venezuelanos)
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick, Pottker e Nico López; Pedro Lucas.
Técnico: Odair Hellmann
ALIANZA LIMA: Gallese; Rodrigo Cuba, Hansell Riojas, Gonzalo Godoy e Rosell; Tomás Costa, Cartagena e Luis Ramírez; Kevin Quevedo, Manzaneda e Ugarriza.
Técnico: Miguel Ángel Russo

Internacional