PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Red Bull mira 'parceria' com times e se aproxima da Série B do Brasileiro

@RedBullFutebol/Twitter
Imagem: @RedBullFutebol/Twitter

José Eduardo Martins e Emanuel Colombari

Do UOL, em São Paulo

12/03/2019 04h00

É possível que, a curto prazo, o Red Bull Brasil apareça na Série B do Campeonato Brasileiro. Pelo menos, segundo os planos da equipe.

De acordo com fontes consultadas pelo UOL Esporte, o clube com sede em Jarinu (SP) trabalha para acertar uma parceria com um time da segunda divisão nacional. O acordo pode incluir inclusive uma futura compra da equipe em questão.

A iniciativa seria parte do projeto de ascensão do Red Bull Brasil no cenário esportivo nacional. O possível acordo, no entanto, não seria resultado de pressões da matriz da Red Bull, uma vez que a empresa investe 10 milhões de euros (mais de R$ 43 milhões) por ano no time brasileiro, valor considerado baixo.

Entre os clubes especulados, Bragantino e Oeste surgiram como candidatos mais fortes. O Red Bull também conversou com Boa e Criciúma, de acordo com as fontes ouvidas, mas as negociações não avançaram.

A respeito do Oeste, a intenção do Red Bull Brasil seria firmar um acordo para que a equipe rubro-negra recebesse jogadores para a disputa da Série B, sem qualquer identificação da fabricante de energéticos no uniforme. O time poderia inclusive deixar a Arena Barueri, passando a atuar no estádio Jayme Cintra, em Jundiaí. Em caso de resultados positivos para as duas equipes, o Red Bull buscaria a compra do Oeste em 2020.

As informações, porém, foram negadas pelo time fundado em Itápolis. Procurado pelo UOL Esporte, o diretor de futebol do clube, Mauro Guerra, disse que "o Oeste está descartado".

"Houve, sim, uma cogitação. Mas o clube não tem interesse", assegurou o dirigente, rechaçando inclusive o possível empréstimo de atletas do time de Campinas para a disputa da segunda divisão nacional. "Todos os jogadores do Oeste têm contrato até o final da Série B. Que há interesse do Red Bull, ficou claro. Mas o clube Oeste não teve interesse."

O Bragantino também negou qualquer rumor referente a uma possível venda. No entanto, o vice-presidente da equipe, Luiz Arthur Abi Chedid, admitiu a possibilidade de um acordo com o Red Bull para o empréstimo de jogadores.

"Não vamos vender o Bragantino. O que existiu foi uma conversa com o Red Bull no sentido de uma parceria para que jogadores fossem cedidos para a gente no segundo semestre, sendo que eles não têm um calendário para esse período. O que aconteceu foi isso. Uma conversa como temos com outros clubes", assegurou.

No Campeonato Paulista de 2019, o Red Bull é vice-líder do Grupo A (21 pontos em 10 jogos). Bragantino (Grupo C) e Oeste (Grupo D) estão fora da zona de classificação para as quartas de final, ocupando a terceira posição de suas chaves - respectivamente com 14 e 12 pontos em dez rodadas.

O Oeste foi o 16º colocado da Série B do Brasileiro de 2018. Já o Bragantino foi semifinalista da Série C e acabou novamente promovido à segunda divisão.

Futebol