PUBLICIDADE
Topo

Espanhol - 2019

Real Madrid sofre, mas volta a vencer e Solari ganha "respiro" no clube

Jogadores do Real Madrid celebram gol de Varane - CESAR MANSO / AFP
Jogadores do Real Madrid celebram gol de Varane Imagem: CESAR MANSO / AFP

Do UOL, em São Paulo

10/03/2019 18h38

O Real Madrid reencontrou o caminho da vitória na tarde de hoje (10) e dá certa paz principalmente ao técnico Santiago Solari, pressionado no cargo. Apesar de sofrer bastante, os merengues viraram para cima do Valladolid e venceram por 4 a 1 o duelo válido pela 27ª rodada do Campeonato Espanhol. Varane, Benzema, duas vezes, e Modric, marcaram para o Real. Antes, Anuar abriu o placar para a equipe mandante no Estádio José Zorrilla.

É fato que o Madrid tinha uma série de desfalques e foi a campo com vários reservas, mas a má fase pesou no desempenho do clube no primeiro tempo. Até virar a partida e deslanchar, o time de Solari sofreu e contou com a ajuda do VAR (árbitro de vídeo) e da sorte para voltar a vencer. Guardiola teve dois gols bem anulados por posição de impedimento, enquanto Alcaraz isolou pênalti batido diante de Courtois.

Vinícius Júnior, Bale, Carvajal e Vázquez, machucados, foram ausências, assim como Sergio Ramos, suspenso - o zagueiro inclusive vem sendo pivô de algumas polêmicas. De acordo com o jornal "Marca", ele e o lateral brasileiro Marcelo se desentenderam no treino de ontem. O Real vai a 51 pontos no Espanhol, mantém a terceira posição, mas fica a 12 de distância para o líder Barcelona.

O melhor: Benzema decide para o Real

Benzema converte cobrança de pênalti contra Valladolid - CESAR MANSO / AFP - CESAR MANSO / AFP
Imagem: CESAR MANSO / AFP

Benzema foi o nome do jogo. Além de arrancar o escanteio que resultou no gol de empate, chamou a responsabilidade e comandou a virada merengue. Primeiro, bateu pênalti com tranquilidade para virar o confronto. Depois, subiu alto e ampliou de cabeça. Até o francês anotar os dois tentos, já na etapa final, o time de Solari sofreu e foi bastante pressionado pelos mandantes. No fim do confronto, o atacante ainda participou do gol de Modric.

Pior, Alcaraz isolou pênalti

O volante do Valladolid desperdiçou uma grande chance de colocar sua equipe em vantagem aos 12 minutos. O camisa 14 isolou uma cobrança de pênalti de forma bizarra e fez muita falta. Se convertesse, poderia empurrar sua equipe e a torcida para, quem sabe, ampliar sobre o gigante Real Madrid.

Como assim, Alcaraz?

O jogo começou morno, mas em uma desatenção do Real a equipe mandante teve uma grande oportunidade para abrir o placar. Odriozola levou bola nas costas, puxou Óscar Plano dentro na área e cometeu o pênalti. Na cobrança, Alcaraz colocou muita força e isolou de forma bizarra.

VAR e sorte salvam "apagão" merengue

O pênalti isolado por Alcaraz aos 12 minutos da primeira etapa poderia trazer certa tranquilidade à equipe de Solari. Acontece que, no minuto seguinte, o Valladolid fez ótima triangulação em contra-ataque e balançou as redes de Courtois com Sergi Guardiola. O problema foi que Keko, que deu a assistência, recebeu passe em posição de impedimento e teve o tento anulado com o auxílio do VAR.

Como se não bastasse, teve mais gol que não valeu - tudo isso em apenas seis minutos -, novamente anotado por Guardiola. O atacante completou cruzamento na área, mas a posição à frente dos defensores fez outra vez o aparato eletrônico entrar em ação e anular. O Real Madrid, praticamente atônito, teve bastante sorte de o zero não ter saído do placar àquela altura, aos 18 minutos de jogo.

Enfim, valeu! Anuar abre o placar

O Valladolid precisou balançar as redes três vezes para "um valer" de fato. Com toda a jogada regular, Keko alçou na área e Guardiola desviou para o meio. Habilitado pela zaga adversária, Anuar só completou e os mandantes puderam, enfim, comemorar.

Real "acha" gol de empate

O confronto que fechou a 27ª rodada do Espanhol ficou movimentadíssimo. Passado o sufoco, os merengues foram ao ataque e conseguiram escanteio após chute de Benzema. Na cobrança, Nacho disputou com Masip e a bola sobrou livre para Varane empurrar, aos 34 minutos. Os atletas do Valladolid reclamaram muito de falta no goleiro, mas a verdade é que ele falhou no lance.

Camisa pesa, e Madrid vira

A volta do segundo tempo foi parecida com o começo do duelo: mandantes em cima, em busca do gol. Acontece que a camisa do Real pesa, mesmo em má fase. Odriozola recebeu passe em profundidade e foi derrubado por Plano. Benzema demonstrou categoria e apenas deslocou o goleiro para virar e esfriar os comandados de Sergio González.

Benzema amplia de cabeça, e Modric fecha a conta

Kroos cobrou escanteio com precisão e o francês aproveitou o vacilo da zaga para ampliar. O atacante se antecipou, subiu alto e cabeceou para anotar o terceiro. O gol praticamente "matou" o jogo. Aos 31 minutos, Guardiola chutou e acertou a trave de Courtois, mas foi isso e o Valladolid não conseguiu reagir.

Casemiro ainda foi expulso ao ficar na frente da bola e retardar o reinício do jogo em uma falta - ele havia recebido amarelo anteriormente -, mas deu tempo de Modric deixar o seu. O croata tabelou com Benzema, entortou Joaquín e tocou na saída do goleiro.

Ronaldo e Roberto Carlos se reencontram

Ronaldo e Roberto Carlos antes de partida entre Valladolid e Real Madrid - REUTERS/Sergio Perez - REUTERS/Sergio Perez
Roberto Carlos reencontra Ronaldo, ex-companheiro de Real e seleção, antes de Valladolid x Real Madrid
Imagem: REUTERS/Sergio Perez

Companheiros na seleção brasileira e no próprio Madrid quando jogadores, os brasileiros Ronaldo e Roberto Carlos se reencontraram na partida de hoje. Enquanto o primeiro ocupa o cargo de presidente do Valladolid, o ex-lateral esquerdo exerce função administrativa no Real.

Estádio fica sem luz antes do jogo

Apagão antes do jogo entre Valladolid e Real Madrid - REUTERS/Sergio Perez - REUTERS/Sergio Perez
Imagem: REUTERS/Sergio Perez

O Estádio José Zorrilla, casa do time que leva o nome da cidade de Valladolid, ficou sem luz antes de receber o confronto. Apesar do susto, a situação foi normalizada antes de a bola rolar e não comprometeu o horário de início da partida.

Ficha técnica

Valladolid 1 x 4 Real Madrid

Data: 10 de março de 2019, domingo
Hora: 16h45 (de Brasília)
Local: Estádio José Zorrilla, em Valladolid (Espanha)
Árbitro: Jesús Gil Manzano
Assistentes: Javier Carlos Martínez e Angel Nevado Rodriguez
Cartões amarelos: Nacho (Valladolid); Odriozola, Courtois, Reguilón e Marcelo (Real Madrid)
Cartão vermelho: Casemiro (Real Madrid)

Gols: Anuar, aos 29', e Varane, aos 34 minutos do primeiro tempo; Benzema, aos 5' e aos 14', e Modric, aos 40 minutos da etapa final.

Valladolid: Masip; Antoñito, Joaquín, Calero e Nacho; Anuar (Verde), Alcaraz e Michel; Óscar Plano (Únal), Sergi Guardiola e Keko Gontán (Cop). Técnico: Sergio González.

Real Madrid: Courtois; Odriozola, Nacho, Varane (Vallejo) e Reguilón (Marcelo); Dani Ceballos, Casemiro, Modric, Toni Kroos (Valverde) e Marco Asensio; Benzema. Técnico: Santiago Solari.