PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Flu aguarda trio de reforços para se firmar após tropeços em "decisões"

Paulo Henrique Ganso durante partida entre Fluminense e Bangu - LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
Paulo Henrique Ganso durante partida entre Fluminense e Bangu Imagem: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/02/2019 04h00

O empate sem gols diante do Antofagasta não foi muito bem digerido pelos jogadores do Fluminense, que ressaltaram a grande atuação do goleiro Fernando Hurtado no Maracanã ao justificarem o mau resultado.

O tropeço, no entanto, não muda a crença tricolor de que a equipe ainda vai crescer jogo a jogo. A expectativa reside especialmente no fato de que Ganso e Allan não foram inscritos na Sul-Americana. Além da dupla, o Flu prepara o anúncio de Léo Santos, do Corinthians. Os dois contratados já deram sua contribuição na vitória contra o Bangu, mas também não estavam à disposição no revés para o Vasco, que deu ao Cruz-maltino o título da Taça Guanabara. Com esse acréscimo de qualidade, os tricolores acreditam que dias melhores virão.

Se o camisa 10 tem vaga garantida na equipe de Fernando Diniz, os dois jovens são vistos como jogadores com todo o potencial para atuarem entre os 11. Ex-Liverpool, o volante tem deixado ótima impressão em seus primeiros dias de clube. Já o zagueiro corinthiano, que pode ser anunciado hoje, tem aprovação unânime do departamento de futebol e chega com boas possibilidades de atuar com muita frequência.

Após a partida contra os chilenos, Diniz explicou as razões pelas quais a equipe não venceu essas últimas duas "decisões", embora tenha despachado o rival Flamengo na semifinal do primeiro turno:

"Os jogos que não vencemos foram contra duas equipes que marcam em bloco baixo e congestionam muito a entrada da área. E aí nós buscamos os lados do campo".

O comandante ainda deu um recado claro para o grupo e indicou que jogadores com maior capacidade de adaptação terão espaço ao longo da temporada. Como exemplo, o treinador citou Caio Henrique, que atuou como lateral esquerdo ante os chilenos.

"Temos jogadores que fazem mais de uma função. Sempre gostei de jogadores que tenham essa característica. No caso do Caio, ele jogou em uma posição que não é a de origem e produziu bem. Depois foi para o meio e continuou bem. Essa é uma das características do time", afirmou.

Após o compromisso pela competição continental, o Flu volta as suas atenções para o Campeonato Carioca. Na próxima sexta-feira, a equipe encara o Resende, às 16h, em Moça Bonita.
 

Fluminense