PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Marinho vira artilheiro do Grêmio e conquista espaço no time titular

Meia-atacante ultrapassou Everton, Luan e Pepê na lista de goleadores do time neste início de ano - Lucas Uebel/Grêmio
Meia-atacante ultrapassou Everton, Luan e Pepê na lista de goleadores do time neste início de ano Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

26/02/2019 09h30

Os dois gols contra o Veranópolis, na oitava rodada do Gauchão, fizeram Marinho se tornar artilheiro do Grêmio neste início de 2019. O status de goleador casa bem com a mudança na vida do meia-atacante em Porto Alegre. O rendimento já agrada há tempos e a vaga no time está cada vez mais próximo, mesmo sem confirmação oficial.

Marinho ultrapassou Everton, Pepê e Luan na lista de artilheiros do ano. Com quatro gols, o ex-jogador de Cruzeiro, Ceará e Vitória abriu distância na disputa particular com Montoya.

O argentino, cedido pelo Cruz Azul-MEX, é um dos candidatos a vaga que até o ano passado ficava com Ramiro. A função de meia aberto pela direita também tem Alisson e até Diego Tardelli, recém contratado, como opções.

"O Marinho faz parte do grupo. Ele cometeu um pequeno erro durante as férias, deu uma deslizada, mas tudo bem. Tive uma conversa muito boa com ele durante uns 40 minutos. Dei uns conselhos, foi uma conversa de alto nível e perguntei o que ele esperava do Grêmio. Ele disse que queria o espaço dele. Contei que pedi muito para o clube trazer ele e era preciso dar resposta a todo mundo. Ele se comprometeu a dar essa resposta. Tem minha confiança e tem readquirido a confiança dele. É esse o Marinho que a gente quer. Se vai ser titular é outra história", disse Renato Gaúcho.

A conversa citada por Renato já havia sido revelada antes, mas agora acompanha um estágio diferente na caminhada de Marinho. Se no início do Gauchão o jogador mostrava empenho, agora tem pulado para a casa de protagonismo no tabuleiro do elenco gremista.

"O Renato tem me dado muita confiança e desde que comecei a jogar esse ano, a torcida pegou junto", comentou Marinho. "Fazer dois gols não é toda hora", brincou depois.

O bom jogo de Marinho na última partida antes da estreia na Libertadores deve garantir a vaga dele na partida contra o Rosario Central, na Argentina, em 6 de março.

Futebol