PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato Gaúcho brinca após curso da CBF: "Queriam me dar nota 11"

Lucas Uebel/Grêmio
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

25/02/2019 23h06

Renato Gaúcho voltou ao Grêmio depois do curso de treinadores na CBF bem humorado. Após a vitória diante do Veranópolis, pela oitava rodada do Campeonato Gaúcho, o técnico brincou com os jornalistas sobre diploma e contou sobre aula onde dividiu trabalho com Lisca. O ídolo gremista ainda foi irreverente ao falar sobre nota recebida pelos organizadores.

"Queriam me dar nota 11, mas falei que está bom 10", disparou Renato.

As aulas na Granja Comary fizeram o treinador ficar fora do jogo contra o Brasil de Pelotas, no interior do Rio Grande do Sul. Hoje, voltou a Porto Alegre e foi direto ao hotel que serve de concentração ao clube gaúcho.

"Foi bom (o curso), sempre falei que nunca fui contra o curso, fui contra (cursar) nas férias. Teve a chance agora, presidente falou, sem problemas. Fui com maior prazer. Fiz grandes amigos, aprendi sim. A gente sempre aprende", comentou o treinador do Grêmio.

Em outro trecho da entrevista, Renato Portaluppi falou sobre o dia em que dividiu trabalho com Lisca. A atividade consistia em fazer explanação para o restante dos presentes.

"Um dia, vocês não sabem, pediram para dar uma aula. Dei aula ao lado do Lisca… Agora o Lisca fala que é Lisca Portaluppi", brincou. "Talvez eu tenha deixado coisas boas como deixaram para mim. Troca de sabedoria, foi muito bom", completou o treinador.

O resumo do tom de Renato Gaúcho sobre o assunto veio logo no início da conversa.

"Perguntinha básica. Todos vocês tem diploma? Tem que estudar, gente… Eu tenho (diploma)", falou antes de sorrir e dar início a entrevista coletiva.

O Grêmio volta a campo em 6 de março, contra o Rosario Central, na estreia do grupo 8 da Libertadores. Pelo Gauchão, o próximo jogo é apenas no dia 9, diante do São José-POA.

Futebol