PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Má fase do ataque do Palmeiras aumenta expectativas sobre Goulart

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

25/02/2019 04h00

O Palmeiras tem o sétimo pior ataque do Campeonato Paulista. Posição dividida com o rival Corinthians, que também só marcou sete vezes no Estadual. Os atacantes do Verdão têm sido os jogadores mais criticados pela torcida até aqui na temporada, fazendo com que as expectativas sobre Ricardo Goulart fiquem ainda maiores.

Principal reforço alviverde para 2019, o atacante só jogou duas vezes no Paulistão, sempre saindo do banco de reservas. Somando as partidas contra Ferroviária e Santos, ele totaliza 54 minutos em campo. Goulart ainda está longe de seu melhor nível, natural diante da recuperação recente de um problema físico e da falta de ritmo. Mas o Palmeiras precisa cada vez mais da badalada contratação.

Resta apenas mais um compromisso pelo Estadual antes da estreia do Verdão na Copa Libertadores da América. Na quarta-feira, os comandados de Luiz Felipe Scolari enfrentam o Ituano, às 21h30, no Allianz Parque. Já no dia 6 de março, a tarefa será na Colômbia, contra o Junior Barranquilla. Serão dez dias para que a comissão técnica deixe Goulart em melhores condições. 

Mas antes de jogar toda a responsabilidade para o reforço, Felipão quer recolocar seus atacantes nos trilhos. No clássico de sábado contra o Santos, o técnico até gostou da produção ofensiva, mas lamentou as chances perdidas e lembrou que apenas com mais trabalho é que as finalizações irão melhorar.

Isso passa, principalmente, pelo baixo rendimento de Miguel Borja em 2019. O colombiano atuou seis vezes na temporada, marcou dois gols nas duas primeiras partidas que fez, mas depois passou a aparecer mais por chances desperdiçadas e bolas perdidas por falta de concentração. Contra o Santos, errou finalização sem goleiro e revoltou a torcida.

Os pontas Felipe Pires e Carlos Eduardo ainda não convenceram e têm sobrecarregado o ídolo Dudu. Arthur Cabral ainda não pôde estrear porque não foi inscrito no Paulistão, enquanto Deyverson vive momento conturbado.

Além de cumprir suspensão por ter cuspido em Richard, do Corinthians, o polêmico atacante recebeu proposta do Shenzhen, da China, e deixou a história enrolada ao gravar vídeo se despedindo da torcida e, depois, gravar outro vídeo para dizer que era uma brincadeira. Ou seja, ele ficará no Palmeiras. Felipão deu voto de confiança, mas quer colocá-lo na linha.

Palmeiras