PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ex-Coritiba arranca espaço em jogos-treino e receberá mais chances no Inter

Guilherme Parede tem agradado pelo rendimento em treinamentos do Inter - Ricardo Duarte/Inter
Guilherme Parede tem agradado pelo rendimento em treinamentos do Inter Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

22/02/2019 04h00

Guilherme Parede ainda é um nome pouco conhecido dos torcedores do Internacional. Mas aos poucos o ex-jogador do Coritiba ganha espaço. Com muito empenho e bom rendimento nos jogos-treino do time, ele avançou na fila por oportunidades na equipe. 

Contra o Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul, na última segunda-feira, Parede marcou um belo gol de fora da área. Cortou da esquerda para o meio e bateu forte. Além disso acertou a trave também arriscando de média distância no fim do jogo. Participou de quase toda atividade, seja centralizado ou pelo lado esquerdo da linha de meio. 

A polivalência, inclusive, ajudou no crescimento dentro do grupo. Parede, ao contrário de alguns de seus concorrentes, pode atuar tanto pelo lado direito, quando pelo esquerdo ou até de centroavante. A possibilidade de mudar a formação do time sem precisar mexer, ou ter nele opção para mais de um cenário no banco, anima Odair Hellmann. 

No mesmo jogo-treino em que ele se destacou, por exemplo, Wellington Silva não fez o mesmo. Ainda que tenha feito um gol, o ex-Fluminense apareceu pouco, não participou praticamente das jogadas de criação e tentou poucas vezes ir para cima dos marcadores. 

Parede já havia deixado uma boa impressão no duelo com o São Paulo-RS. Ali foram os dribles que desequilibraram a defesa adversária nas construções ofensivas do Inter. 

Fila longa por vaga no time

Não é fácil ocupar os postos ofensivos no Inter. Atualmente, Nico López e Pottker são os titulares pelos lados. Neilton tem atuado com frequência e também pode ser considerado titular, dependendo da condição de Pottker. D'Alessandro e Patrick também já atuaram por ali. 

A ideia da comissão técnica é não usar mais Sarrafiore aberto. O argentino passa a disputar posição como meia-atacante, mais próximo do centroavante na formação 4-2-3-1. Sai, portanto, desta briga. 

Em seguida aparecem Parede, Wellington Silva e Richard. Camilo é o último na hierarquia. 

O bom rendimento de Parede já o coloca na frente de Wellington e dos deslocamentos de D'Ale e Patrick. Ou seja, o imediato ao trio que joga com frequência. No comando de ataque o titular é Pedro Lucas, o reserva é Tréllez, e ainda antes de Parede há Rafael Sobis na disputa. 

Parede custou R$ 1,5 milhão ao Inter, pagos de forma parcelada. O clube adquiriu 25% dos direitos econômicos dele e firmou vínculo de empréstimo até o fim deste ano. Com 23 anos, até agora ele disputou quatro jogos oficiais pelo Colorado, um total de 123 minutos em campo.

Internacional