PUBLICIDADE
Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Corinthians

"Desobediência tática" vira cartão de visitas de Junior Urso no Corinthians

Daniel Vorley/AGIF
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Arthur Sandes e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo

21/02/2019 12h00

Júnior Urso foi o principal personagem da classificação do Corinthians para a terceira fase da Copa do Brasil, tendo marcado o terceiro gol da virada por 4 a 2 sobre o Avenida-RS ontem, em Itaquera. O volante revela ter cometido no lance uma "desobediência tática", que deve ser justamente seu trunfo para dar mobilidade à equipe.

"Tenho essa característica de chegar e apoiar. Tinha a noção de que eu era o primeiro volante, mas ali enxerguei o corredor. Às vezes a gente tem que ser um pouco desobediente, no bom sentido. O Gustagol foi feliz naquele passe e eu também fui feliz no chute", afirmou o volante.

Urso se refere ao desenho tático do Corinthians na busca pela virada: dois meias de criação e três atacantes. Dele, o único volante, esperava-se apenas a contenção no meio-campo; mas o camisa 30 apareceu na área para marcar o gol da virada aos 42 minutos e evitar a decisão por pênaltis - Gustagol ampliou quatro minutos depois e garantiu a classificação.

Júnior Urso mostrou na prática o que falou em sua apresentação com a camisa do Corinthians, quando avisou que seria o jogador que até então faltava taticamente para o time. Ele se considera um "volante moderno", que defende e apoia o ataque.

"Tenho que defender, a minha posição exige isso, mas tenho que apoiar também. O volante moderno vai até a frente para poder ajudar. Aconteceu e pude ser feliz, com o desvio. Temos que fazer isso mais vezes: chegar mais ao ataque, aproveitar não estar tão marcado e surpreender", disse.

Júnior Urso reforçou após o jogo a importância da "garra corintiana", assunto que esteve em evidência nessa semana após o time de Parque São Jorge lançar o "Corinthianismo", religião oficial criada pelo marketing do clube paulista.

"Percebemos que tínhamos que nos entregar mais em campo, colocar mais qualidade, entrega pela vitória. Conseguimos o gol com o Henrique e voltamos para o segundo tempo diferentes, com a intenção de ganhar. Respeitando a camisa do Corinthians, tem que ser assim: tem que correr, batalhar, buscar a vitória sempre. A equipe deles permitiu que a gente pudesse jogar, então a gente jogou", concluiu.

Júnior Urso realizou diante do Avenida-RS o seu segundo jogo com a camisa do Corinthians. O primeiro ocorreu no clássico contra o São Paulo no último domingo, em Itaquera, válido pela sétima rodada do Campeonato Paulista. Vale ressaltar que o volante foi titular nos dois jogos.

Corinthians