PUBLICIDADE
Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Corinthians

Carille estabelece ajuste mais urgente no Corinthians: "Parar de tomar gol"

Arthur Sandes e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo

21/02/2019 00h16

Passam os jogos, e os ajustes necessários no Corinthians seguem os mesmos. Após a vitória por 4 a 2 sobre o Avenida-RS na noite de ontem, Fábio Carille mais uma vez admitiu em entrevista coletiva que a equipe precisa parar de tomar gols - principalmente pelo alto. Mais uma vez o Alvinegro tomou gol nascido em cruzamento, e por isso precisou remar muito para conseguir a virada e a classificação à terceira fase da Copa do Brasil.

"Foi um susto, mesmo", reconheceu Carille. "Fomos surpreendidos. Em questão de nove minutos já estávamos dois gols atrás, e aí tive que mudar para ser mais agressivo. Mas a gente precisa parar de tomar gol o quanto antes", cobrou o treinador.

Os 12 gols sofridos em nove partidas de 2019 fizeram derreter a consistência defensiva, que por muito tempo foi o ponto forte do Corinthians de Fábio Carille. A defesa tem jogadores contestados pela torcida e vive em evidência porque comete muitos erros, como foi contra o Avenida: uma falha na bola aérea e um erro individual de Henrique deixaram o time gaúcho com dois gols de frente logo no início.

"Temos trabalhado muito a bola parada, mas estou vendo que temos que trabalhar muito mais em cima disso. Sabemos que a bola parada decide", alerta Carille, referindo-se ao lance que abriu o placar na Arena: o camisa 9 Flávio Torres subiu no meio de três corintianos na área e desviou para pôr o Avenida na frente. Apesar da preocupação, o treinador prefere não individualizar os erros e mais uma vez defende o zagueiro Henrique.

"Oportunidade todos [os zagueiros] tiveram; todos jogaram. É um início, com uma dupla nova. Acabei de ver o lance por video: o atacante erra a bola e acaba enganando o Henrique. Também faltou cobertura dos lados, e acabamos tomando o segundo gol", avalia o treinador, que quer "dar confiança" à dupla de zaga titular. "Se em algumas rodadas a gente ver que não está encaixando, aí a gente muda."

Classificado, o Corinthians agora espera o vencedor do confronto entre Foz do Iguaçu-PR e Ceará para conhecer seu próximo adversário na Copa do Brasil. Os próximos compromissos, no entanto, são por torneios diferentes: visitas ao Botafogo-SP no domingo (23), e ao Racing (ARG) na quarta-feira (27). Até lá Carille já sabe bem o que vai treinar no CT Joaquim Grava. "O que quero agora, o que está me incomodando é a questão de parar de tomar gols. Vou ajustar isso e, passando por isso, com certeza vamos crescer muito mais", aposta.

Corinthians