PUBLICIDADE
Topo

Santos

Daniel Guedes se acerta com Goiás, mas Santos "some" e negócio trava

Daniel Guedes/Santos FC/Divulgação -  Ivan Storti/Santos FC
Daniel Guedes/Santos FC/Divulgação Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

17/02/2019 04h00

O lateral-direito Daniel Guedes tinha tudo acertado para deixar o Santos e ser jogador do Goiás em 2019, mas, apesar disso, o negócio está em compasso de espera. Isso porque, segundo o estafe do jogador, o presidente José Carlos Peres sumiu após liberar o atleta e dar o aval para a negociação.

Leia mais

Santos avança em contratação de volante Jobson, do Red Bull Brasil
Palmeiras, Santos e SP: Cuca mais uma vez chega como "bombeiro" anticrise

Guedes também recebeu propostas do Bahia e do Botafogo, mas o Goiás venceu a disputa e tinha tudo certo com o jogador. Fora dos planos do técnico Jorge Sampaoli, que inclusive pediu o retorno de Matheus Ribeiro para a posição, o lateral apenas aguardava o "ok" da diretoria santista para se apresentar ao novo clube.

No entanto, o Santos não tem pressa de liberar o jogador, pois quer envolvê-lo no negócio pelo atacante Michael. O clube paulista tenta ao menos o empréstimo.

O atacante tem 22 anos e se destacou na campanha do acesso do clube esmeraldino à Série A no ano passado. Nesta temporada, Michael tem seis jogos pelo Campeonato Goiano e já balançou as redes cinco vezes. Seu contrato vai até o final de 2022.

A revelação do Goiás é um dos principais alvos do Santos desde a chegada do técnico Jorge Sampaoli. O atacante constava na lista de 30 nomes entregue pelo argentino logo em sua chegada ao Brasil, em sua primeira reunião com a diretoria do Peixe. Para liberar o jogador, o Goiás pede a multa rescisória: 30 milhões de reais.

Errata: o texto foi atualizado
Foi informado erroneamente que o atacante Michael foi revelado pelo Goiás. Ele colecionou passagens pelo Goiânia e o Goianésia antes de chegar ao time esmeraldino.

Santos