PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-jogador diz: CR7 encarava veteranos e não cansava de treinar no Sporting

Cristiano Ronaldo abre o placar para a Juventus contra o Parma - Massimo Pinca/Reuters
Cristiano Ronaldo abre o placar para a Juventus contra o Parma Imagem: Massimo Pinca/Reuters

Do UOL, em São Paulo (SP)

15/02/2019 18h10

As comemorações de Cristiano Ronaldo sempre demonstraram que o atacante é um tanto quanto 'marrento'. O ex-jogador Toñito e companheiro do atacante nos tempos de Sporting, afirmou, em entrevista à revista 'Gazzetta dello Sport', publicada nesta sexta-feira (15), que desde o início da carreira do português ele já era assim: encarava os veteranos da equipe e treinava sem parar atrás do sucesso. 

"Durante o treinamento ele ficava encarando os veteranos e eu dizia pra ele: 'devagar, não exagere...'. Eu dava carona para ele na volta para a casa, mas eu sempre tinha que esperar no centro de treinamento porque ele nunca queria ir embora. Eu batia na janela do ginásio e falava: 'vamos Cris, pare, já é tarde", revelou Toñito.

Com 34 anos, Cristiano Ronaldo já conquistou cinco vezes a Bola de Ouro. Além disso, colecionou diversos títulos pelos clubes que passou. Para o ex-jogador espanhol, quando o português estava no Sporting era uma 'criança', mas com o passar do tempo se transformou em um homem 'ambicioso'.

"Cristiano era uma criança, mas quando cresceu se tornou um homem humilde, ambicioso, determinado e um profissional além da nossa imaginação", afirmou. 

Após quase dez temporadas no Real Madrid, Cristiano Ronaldo se transferiu para a Juventus em 2018. O valor de sua transferência para a Itália foi de 100 milhões de euros (cerca de R$ 418 milhões na cotação atual). Em 31 partidas pela 'Velha Senhora', o atacante marcou 20 gols. 
 
 

Futebol