PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com agente de CR7, Paraná encaminha venda de Jhonny Lucas ao Braga

Jhonny Lucas jogou o Brasileirão pelo Paraná em 2018: rumo à Portugal  - Geraldo Bubniak/Site Oficial PRC
Jhonny Lucas jogou o Brasileirão pelo Paraná em 2018: rumo à Portugal Imagem: Geraldo Bubniak/Site Oficial PRC

Marcus Alves e Napoleão de Almeida

Do UOL, em Lisboa e São Paulo

25/01/2019 10h54

O Paraná Clube deve fechar nas próximas horas a transferência de Jhonny Lucas ao Braga, de Portugal, em negócio intermediado por Jorge Mendes, agente de Cristiano Ronaldo. O meia de 18 anos revelado pelo time paranaense e com passagens pelas seleções de base (integrou também a delegação de Tite para completar treinos na série de amistosos contra Argentina e Arábia Saudita) sairá do Brasil por até 3,5 milhões de euros (R$ 15 milhões) - a maior venda da história do clube.

JL Neymar - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Jhonny Lucas com Neymar, em excursão com a seleção brasileira
Imagem: Arquivo pessoal

Jhonny Lucas ainda precisará passar por exames para a conclusão do negócio, e o Braga avalia se o manterá no Brasil até a metade do ano ou irá pedir sua ida a Portugal imediatamente. O clube procura um médio-volante no mercado desde a ida de Bernardo Martins para o Benfica, que também despertava o interesse do Braga. Jhonny será mais um volante brasileiro na equipe, que buscou Ricardo Ryller, destaque do Luverdense na Série B em 2017 e tem Claudemir, 30 anos, na posição como titular.

Para o Paraná, a transferência ajudará a colocar a casa em ordem, após a renovação do "Ato Trabalhista", intervenção judicial que impede a falência do clube por meio da gestão dos recursos. O presidente Leonardo de Oliveira seguirá como interventor por mais um ano. O Paraná estava com salários atrasados desde o fim de 2018, mas antecipou receita de R$ 1 milhão e quitou débitos. Agora, receberá 2 milhões de euros (R$ 8,57 milhões) pela venda de Jhonny Lucas, se concretizada, e outro milhão de euros em junho. Os 500 mil euros (R$ 2,1 milhões) previstos na compra dependem de metas de desempenho.

A venda de Jhonny Lucas se tornou uma novela que mantém o presidente do Paraná e o pai e representante do jogador, Mário "Mazola" Vieira, na Europa há mais de uma semana. Tido como principal revelação do clube e chance de resolver as contas para a temporada, Jhonny Lucas foi oferecido a clubes da Espanha e da Itália, mas não fechou negócio. Ele também esteve nos planos do Vasco, que ainda mantém chances de contar com o atleta, caso a transação europeia não se concretize até o dia 31. 

Futebol