PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio ainda busca reforços, mas evita leilão e não quer 'loucura'

Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, diz que clube gaúcho não entrará em leilão - Lucas Uebel/Grêmio
Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, diz que clube gaúcho não entrará em leilão Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

23/01/2019 12h00

O Grêmio não teme os adversários milionários, mas também não parou de contratar. O clube gaúcho quer fechar com, pelo menos, mais três reforços para 2019. Em meio a essa busca por caras novas, a diretriz inegociável é: fugir de leilões, ou seja, disputa com outros clubes e não fazer loucuras financeiras para fechar negócios.

Zagueiro, lateral esquerdo e meia-atacante. A princípio, são esses os reforços que o Grêmio ainda quer anunciar para o restante da temporada. A lista pode crescer com mais um volante.

"É bem nítido que precisamos de número para alguns setores do time. Não adianta enfrentar a temporada com mais um nome que não brigue pela titularidade. Essa semana vamos trabalhar mais nesse sentido. Temos até março para fazer isso (buscar reforços). O tempo vai nos dizer o que é necessário", disse Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio.

As recentes contratações milionárias do Flamengo não farão o Grêmio mudar sua visão de mercado. A concorrência de Palmeiras e Cruzeiro idem. O clube gaúcho garante que seguirá fiel ao controle financeiro que tem norteado a gestão iniciada em 2015.

"Queremos nos qualificar, mas dentro de perspectiva de cumprimento. Não vamos arriscar, não vamos fazer loucuras. Nesse sentido, às vezes é melhor privilegiar o que tem por dentro", comentou Bolzan. "Temos que ter uma substituição consistente. Talvez mais volante, armador, atacante. Vamos ter tudo de uma vez só? Não, aos poucos. E talvez quem está aí dê boa resposta", acrescentou o presidente do Grêmio.

Para a zaga, o Grêmio sondou a situação de Luan Peres. Ex-Fluminense, ele atualmente está no Club Brugge, da Bélgica. Para a lateral, os gaúchos tentaram Adriano, ex-Barcelona e de saída do Besiktas, e ainda tentam acordo com o Boca Juniors por Emmanuel Mas. Já a função de meia é uma grande incógnita após Thiago Neves ficar no Cruzeiro.

Futebol