Topo

Futebol


São Paulo joga bem no primeiro tempo, mas reservas tomam virada do Ajax

Hernanes marcou seu primeiro gol em mais um retorno ao Tricolor - Divulgação/Florida Cup
Hernanes marcou seu primeiro gol em mais um retorno ao Tricolor Imagem: Divulgação/Florida Cup

Do UOL, em São Paulo

12/01/2019 17h56

O São Paulo teve grande primeiro tempo contra o Ajax, uma das sensações da atual edição da Liga dos Campeões da Europa, e saiu vencendo graças a gol de Hernanes. Mas a despedida do Tricolor na Florida Cup ainda guardava uma virada sofrida pelos reservas no segundo tempo. Os holandeses, que mantiveram boa parte do time titular, venceram por 4 a 2, incluindo um gol do brasileiro e cria são-paulina David Neres.

Além do Profeta, Brenner também marcou para a equipe brasileira, que teve desempenho muito melhor do que na estreia contra o Eintracht Frankfurt, na última quinta-feira. O Ajax, porém, conseguiu se impor no segundo tempo e ainda contou com um pênalti polêmico para reagir. Os outros três gols europeus foram anotados por Van de Beek, Tadic e Dolberg.

A compactação vista no primeiro tempo foi se dissolvendo aos poucos durante a etapa final e o Tricolor acabou se perdendo na marcação. Também contribuiu para o segundo tropeço da temporada uma chance perdida por Nenê, quando o duelo ainda estava 1 a 0 para os paulistas.

VEJA MAIS:
- Parceria entre Pablo e Hernanes funciona e o Profeta comemora

Agora, o São Paulo pensa no Campeonato Paulista. A estreia no Estadual foi marcada para o próximo sábado, dia 19, contra o Mirassol. Com o Morumbi passando por reformas, o confronto será disputado no Pacaembu, às 19h30.

Rafael Ribeiro/Florida Cup
Imagem: Rafael Ribeiro/Florida Cup

Os melhores: Helinho e Brenner

O garoto de 18 anos larga na temporada indicando que será muito importante para o São Paulo. Ele já havia sido o melhor do time na etapa inicial contra o Eintracht Frankfurt e repetiu a dose contra o Ajax. Sua maturidade para encarar os marcadores impressiona, assim como a consciência tática. No segundo tempo, o destaque fica para Brenner, também de 18 anos.

O pior: Biro Biro

Estreante da tarde nos Estados Unidos, Biro Biro precisava ocupar a ponta direita do ataque são-paulino, justamente onde estava Helinho. E essa comparação o deixou em situação ruim. O atacante pouco pegou na bola, errou os lances que tentou e ainda saiu com cartão amarelo por falta dura. Everton Felipe também entrou mal.

Tricolor tem início bom e assusta os holandeses

Em dois minutos de jogo em Orlando, o São Paulo deu trabalho para o Ajax, que está nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, duas vezes. Primeiro, Everton aproveitou sobra de dividida entre Pablo e Blind, aplicou chapéu em De Jong e bateu de direita, com perigo para Onana. No ataque seguinte, construído de pé em pé desde Anderson Martins, na defesa, Hudson arriscou de fora da área e parou no goleiro camaronês.

Protagonismo deixado de lado por Jardine...

O técnico André Jardine diz que deseja ver o São Paulo sempre protagonista dos jogos, dominando a posse de bola e as ações ofensivas. Mas o treinador não é irredutível e entendeu que diante de uma potência como o Ajax seria necessário adotar postura mais cautelosa. Foi assim que o Tricolor recuou, mostrou boa compactação e pouco sofreu diante do domínio holandês na posse.

Rafael Ribeiro/Florida Cup
Imagem: Rafael Ribeiro/Florida Cup

...Mas não por Hernanes!

A paciência do São Paulo para esperar e marcar precisava ser acompanhada por muita velocidade na hora de sair para o ataque, como havia acontecido nos primeiros minutos de jogo. E a estratégia voltou a funcionar com estilo aos 21 minutos. Pablo recebeu lançamento, ganhou da marcação na força e deu belo passe para Hernanes chegar batendo de primeira. Foi o 48º gol do Profeta pelo Tricolor.

Jean só é exigido uma vez e vai bem

Os paulistas mostraram grande capacidade defensiva ao longo do primeiro tempo. Tanto é que o goleiro Jean só teve de trabalhar de forma mais intensa nos minutos finais, em falta cobrada por Schöne. A bola saiu cheia de curva, mas o camisa 1 tricolor apresentou reflexo para mudar de direção e espalmar.

Reservas começam bem, mas chance perdida por Nenê é castigada

Jardine novamente trocou todos os jogadores no intervalo, desta vez com nova formação e promovendo a estreia de Biro Biro no ataque. A equipe reserva entrou com bom ritmo, conseguindo propor o jogo no ataque e teve duas chances com Nenê: um chute de fora da área e uma tentativa displicente de encobrir Onana, que custou caro. No ataque seguinte, Kristensen cruzou e Van de Beek empatou.

Brenner ganha chance e corresponde com gol

Depois de começar 2018 cercado por muita expectativa e decepcionar, Brenner larga 2019 em alta. O garoto de 18 anos recebeu chance de Jardine no segundo tempo, atuando aberto pela esquerda, e precisou de 19 minutos em campo para dar a resposta. Ele tabelou com Léo e bateu no contrapé de Onana para recolocar o São Paulo em vantagem.

Rafael Ribeiro/Florida Cup
Imagem: Rafael Ribeiro/Florida Cup

Diego Souza sai machucado, mas não preocupa

Pouco depois do gol de Brenner, o São Paulo teve uma má notícia. Diego Souza caiu no gramado, no campo de defesa, e pediu atendimento médico. Uma pancada na perna esquerda o deixou com muitas dores e obrigou Jardine a trocá-lo por Everton Felipe, mas o problema não preocupa.

Pênalti duvidoso dá empate ao Ajax

Aos 27 minutos, com o São Paulo ainda melhor na partida, o árbitro Elvis Osmanovic apareceu para marcar pênalti duvidoso. Liziero marcava Dolberg na área e o centroavante se atirou no gramado. Tadic foi para a cobrança e soltou o pé no canto esquerdo de Tiago Volpi para empatar a partida novamente.

Desatenção da defesa permite virada holandesa

O Tricolor teve mais uma chance de ficar em vantagem no placar, quando Nenê deu de letra e Brenner parou em Onana. Do outro lado, o Ajax mostrou mais efetividade e aproveitou bem um lance de desatenção da defesa são-paulina. Tadic acertou belo lançamento e Dolberg finalizou na saída desesperada de Volpi.

Lei do ex entra em ação com David Neres

A virada do Ajax desanimou o São Paulo, que passou a marcar mal e permitir chegadas fáceis do ataque holandês. Em uma delas, o ex-tricolor David Neres, vendido à equipe de Amsterdã em janeiro de 2017, entrou na área pela esquerda e bateu cruzado, sem chances para Volpi.

FICHA TÉCNICA: 
SÃO PAULO 2X4 AJAX

Local: Orlando City Stadium, em Orlando (EUA)
Data/Hora: 12 de janeiro de 2019, às 16h
Árbitro: Elvis Osmanovic (EUA)
Assistentes: Hassan Belmnahia e Abdel Kuttaineh (ambos dos EUA)
Cartões amarelos: Jucilei e Biro Biro (SAO)

Gols: Hernanes, aos 21 minutos do primeiro tempo, e Brenner, aos 19 minutos do segundo tempo (SAO); Van de Beek, aos 11, e Tadic, de pênalti, aos 27, e Dolberg, aos 33, e David Neres, aos 45 minutos do segundo tempo (AJX)

SÃO PAULO: Jean (Tiago Volpi), Bruno Peres (Araruna), Arboleda (Bruno Alves), Anderson Martins (Rodrigo) e Reinaldo (Léo); Jucilei (Willian Farias), Hudson (Liziero) e Hernanes (Nenê); Helinho (Biro Biro) (Tréllez), Pablo (Diego Souza) (Everton Felipe) e Everton (Brenner). Técnico: André Jardine.

AJAX: Onana, Mazraoui (Magallán), De Ligt, Blind e Tagliafico (Kristensen); Van de Beek (David Neres), Schöne (Gravenberch) e De Jong (De Wit); Tadic (Cerny), Ziyech (Ekkelenkamp) e Dolberg (Huntelaar). Técnico: Erik ten Hag.

Mais Futebol