PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Alvo de europeus, Emerson quer se valorizar em Libertadores com Atlético-MG

Emerson, lateral direito do Atlético-MG, não quer deixar o clube nesta janela de transferências - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Emerson, lateral direito do Atlético-MG, não quer deixar o clube nesta janela de transferências Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

10/12/2018 04h00

Emerson ainda não sabe se deixará o Atlético-MG nesta janela de transferências. Cobiçado pelo futebol europeu, o lateral direito e seu agente, André Cury, creem que ele pode se valorizar disputando uma edição de Copa Libertadores da América pelo clube.

Leia mais

Observado por Arsenal, da Inglaterra, Barcelona, da Espanha, e mais recentemente pela Udinese, da Itália, o jogador escutou um conselho do agente e confidenciou a amigos que estuda a permanência na Cidade do Galo pelo menos até o fim da participação do time no principal torneio sul-americano.

André Cury e seus pares acreditam que o lateral direito tem condições de se tornar um nome mais reconhecido em sua passagem pelo clube mineiro. A ideia é que ele consiga aumentar o valor de mercado com a disputa da Libertadores, uma competição considerada mais difícil.

Embora o estafe de Emerson ainda faça planos de seguir na Cidade do Galo, a diretoria do Atlético-MG estuda a possibilidade de venda do lateral direito e procura até um substituto no mercado da bola. Hoje, Patric é visto como um provável titular pelo técnico Levir Culpi.

O jogador de 19 anos se tornou alvo do Velho Continente por conta das constantes convocações para a seleção brasileira sub-20. Emerson tem contrato até dezembro de 2022 com o Atlético. Os mineiros adquiriram a totalidade dos direitos econômicos do jogador, que pertencia à Ponte Preta.

Futebol