Topo

Futebol


Oposição do Palmeiras revela empresa que quer pagar "mais do que Crefisa"

Leila Pereira, dona da Crefisa, ganha concorrência de patrocínio no Palmeiras - Cesar Greco / Fotoarena
Leila Pereira, dona da Crefisa, ganha concorrência de patrocínio no Palmeiras Imagem: Cesar Greco / Fotoarena

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

23/11/2018 18h09

A oposição do Palmeiras protocolou nesta sexta-feira (23) uma carta oficializando que tem proposta de uma nova empresa que quer pagar mais do que a Crefisa para assumir o posto de patrocinador do clube.

LEIA TAMBÉM: Galiotte avisa que Palmeiras pode jogar Paulista como treino
LEIA TAMBÉM: Oposição do Palmeiras aponta fraude para manter Crefisa

No documento assinado por Genaro Marino e obtido pelo UOL Esporte, o interessado seria a empresa “Blackstar International Limited”, que trabalha com energia e bioenergia, tem sede em Hong Kong e Oriente Médio e pretende entrar no mercado brasileiro.

Oposição protocola interesse de patrocinador - Reprodução
Oposição protocola interesse de patrocinador
Imagem: Reprodução

A carta não fala em valores, mas ressalta que a oferta é de “condições superiores às praticadas no mercado nacional do futebol”. O valor pago pela Crefisa é de pelo menos R$ 78 milhões e pode chegar a R$ 90 milhões dependendo do desempenho da equipe.

De forma extraoficial, alguns aliados de Genaro afirmam que o valor assinado na carta de intenções é de um contrato de R$ 1 bilhão por 10 anos, ou seja, R$ 100 milhões por cada temporada. Por outro lado, eleitores de Galiotte afirmam que a ação do atual vice é política, em busca de votos.

Ainda de acordo com a oposição, a empresa está interessada no patrocínio mesmo se Genaro perder a eleição. Em entrevista ao UOL Esporte, Maurício Galiotte, atual presidente e candidato da situação, disse que acredita em um novo interessado, mas que pretende renovar com a Crefisa por mais três anos.

A oposição critica a atuação da Crefisa no clube, fala em fraude e conflito de interesses por Leila Pereira ser conselheira, virtual candidata à presidência nas eleições daqui a três anos e, ao mesmo tempo, patrocinadora e credora do clube, com mais de R$ 120 milhões em dívidas.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Ao mesmo tempo que faz as críticas, os opositores divulgaram carta na semana passada para afirmar que topam continuar com a Crefisa desde que haja uma renegociação.

Genaro Marino e Maurício Galiotte disputam o cargo de presidente do Palmeiras pelos próximos três anos no voto do associado. O resultado deve ser divulgado na tarde deste sábado após eleição que começará no início da manhã. 

No Alviverde, todo o processo eleitoral é feito por meio de urnas eletrônicas, assim como acontece em eleições para prefeito, governador e presidente, por exemplo.

Mais Futebol