PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Rincón descreve vestiário do Real Madrid: "egos, orgulho e ciúme"

Em um ano de Real Madrid, Rincón atuou apenas 14 vezes e marcou apenas 2 gols - Shaun Botterill/Getty Images
Em um ano de Real Madrid, Rincón atuou apenas 14 vezes e marcou apenas 2 gols Imagem: Shaun Botterill/Getty Images

Do UOL, em São Paulo (SP)

21/11/2018 17h24

Velho conhecido do futebol brasileiro, Freddy Rincón vestiu a camisa do Real Madrid em 1995. Com apenas 14 partidas pelo clube madrileno, o meio-campista pontuou alguns motivos para não ter dado certo na Espanha.

"É muito difícil. O vestiário do Real Madrid é algo que eu não posso acreditar que tenha em uma equipe no mundo. São dificuldades, são egos, orgulho e ciúme. Ou seja, uma série de coisas que prejudicam uma equipe a ir pra frente. Aí que está o problema do que está acontecendo hoje", afirmou o colombiano em entrevista ao jornal espanhol AS.

Além de falar sobre os problemas enfrentados durante a sua passagem por Madri, Rincón falou sobre a carreira de James Rodríguez, que depois de uma ascensão muito grande no Mônaco, não conseguiu ter sequência no Real Madrid.

"James teve problemas no Real Madrid, teve problemas no Bayern de Munique. Ele precisa rever essas dificuldades. Ele teve problemas com dois técnicos, em duas grandes equipes. Às vezes você tem que realmente ver se está passando por problemas", disse.

Atualmente, o colombiano que encerrou a carreira no Corinthians é assistente técnico do Millonarios, equipe da primeira divisão colombiana. No Brasil, Rincón foi assistente técnico no Atlético-MG, em 2010, e dirigiu outras equipes de menor expressão, mas sem muito sucesso. 

Futebol