PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Usain Bolt recusa contrato de dois anos para defender clube de Malta

Ex-velocista jamaicano atualmente passa por testes no Central Coast Mariners - Cameron Spencer/Getty Images
Ex-velocista jamaicano atualmente passa por testes no Central Coast Mariners Imagem: Cameron Spencer/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

18/10/2018 08h55

Usain Bolt recusou a possibilidade de atuar no Valletta FC, clube de futebol de Malta. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (18) pelo site da ESPN.

A equipe maltesa havia oferecido um contrato de dois anos ao ex-velocista jamaicano, dono de oito medalhas de ouro em Jogos Olímpicos. No entanto, de acordo com Ricky Simms, um dos agentes que representam Bolt em sua experiência nos gramados, não há interesse no acerto.

“Usain tem muito interesse em jogar futebol”, disse Simms. “Nós recebemos aproximações semelhantes com regularidade. Posso confirmar que Usair não deseja correr atrás desta chance em Malta”, acrescentou o representante.

Por ora, Bolt deverá continuar em seu período de experiência na Austrália, participando da pré-temporada do Central Coast Mariners. No entanto, o Valletta FC mantém as portas abertas ao astro jamaicano em caso de mudança de planos.

“Desejamos o melhor a Usain Bolt em sua carreira no futebol. A oferta do Valletta FC está sempre à mesa”, disse Ghasston Slimen, diretor executivo do clube de Malta, também ao site da ESPN.

A possibilidade de uma transferência de Usain Bolt ao futebol europeu agitou o noticiário internacional nos últimos dias. Diante da informação de que uma equipe europeia tinha interesse no jamaicano, clubes como Milan, Everton, Ferencvaros (Hungria) e Balzan (Malta) haviam sido cogitados.

Futebol