Topo

Futebol


Kleber Gladiador assina com time dos EUA que fez proposta por Bolt

Felipe Bruno

Colaboração para o UOL, em Austin (EUA)

03/08/2018 12h34

Meses após deixar o Coritiba, o atacante Kleber Gladiador já acertou o seu destino e será fora do país. Ele foi apresentado na manhã desta sexta-feira (3) como o novo reforço do Austin Bold FC, time que disputará em 2019 a United Soccer League (USL), segunda liga mais importante de futebol nos EUA. O time foi o mesmo que tentou contratar o ex-velocista jamaicano Usain Bolt, atual recordista mundial e tricampeão olímpico dos 100 m e 200 m rasos.

"É uma mudança grande, de pais, de cultura. Mas o que me conquistou foi o projeto, ambicioso e inovador. É isso que me motiva a dar esse passo", disse Kleber, que afirmou ter sido procurado por outros clubes no Brasil, antes de aceitar a oferta dos EUA.

A contratação faz parte de um projeto do clube fundado por Bobby Epstein, que foi o responsável por construir o circuito que recebe o GP dos EUA de Fórmula 1, também na cidade de Austin. O estádio do time, inclusive, será construído no meio do circuito, está previsto para ter capacidade de 5.000 pessoas e deve ser inaugurado em janeiro de 2019.

Divulgação
Imagem: Divulgação
"A estrutura surpreende. Não apenas da cidade em si, mas em termos de espaço e qualidade de local para treinamento e jogo. Superou minhas expectativas", admitiu Gladiador, após posar para fotos oficiais com a camisa 9.

Além do atacante, o clube ainda tem outros brasileiros em sua estrutura. Roberto Pinto Silva, ex-gerente do marketing do Flamengo na primeira gestão de Eduardo Bandeira de Mello, é diretor do clube e ainda trouxe o volante Marcelo Saragosa e o técnico Marcelo Serrano.

"Queremos representar o novo no futebol. Inovação com transparência, honestidade e profissionalismo. É o que eu ofereci para o Kleber e para todos eles. A verdade. É um início de projeto, mas com muita inovação e apoio de seus donos e criadores. Queremos muitas coisas. E vamos trabalhar para isso", disse Pinto Silva.

Campeão da Major League Soccer (MLS) em 2005 com o Los Angeles Galaxy, Saragosa teve início no São Paulo, mas fez toda a sua carreira no “soccer” americano e elogiou a estrutura do novo clube. "Nunca vi um estádio no meio de um autódromo de Fórmula 1. É muito diferente. Isso mostra que o dono e a equipe de profissionais estão dispostos a fazer dar certo. Tem a melhor estrutura para isso", explicou.

Um dos principais responsáveis por convencer Kleber, o treinador Marcelo Serrano já trabalha há alguns meses com Roberto na montagem do grupo. "Queremos um elenco de 22 a 25 jogadores, mesclando experiência estrangeira e juventude local. Essa experiência estamos buscando não só no Brasil, mas em outros centros espalhados pelo mundo", explicou o treinador.

Além de Kleber Gladiador e Marcelo Saragosa, o clube ainda trouxe o zagueiro holandês Edson Braafheid, que defendeu a Holanda na Copa do Mundo de 2010, quando a seleção foi vice-campeã. A USL tem atualmente 33 equipes e parte delas são os times B de equipes que disputam a MLS, como Los Angeles Galaxy, New York City Red Bulls e Seattle Sounders.

Futebol