PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro sugere troca ao SP para evitar pagar R$ 5,7 milhões por Hudson

Cruzeiro busca a permanência de Hudson, mas não quer pagar multa prevista ao SP - Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Cruzeiro busca a permanência de Hudson, mas não quer pagar multa prevista ao SP Imagem: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Bruno Grossi e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo e em Belo Horizonte

26/10/2017 04h00

O Cruzeiro está ansioso para assegurar a manutenção de Hudson em 2018. O clube quer acertar a permanência do jogador antes do encerramento do empréstimo, em 31 de dezembro, mas tenta não pagar o valor estipulado em contrato - 1,5 milhão de euros (R$ 5,68 milhões na cotação atual).

A ideia dos mineiros é fazer uma nova troca para garantir o meio-campista em definitivo para a próxima temporada. A sua chegada a Belo Horizonte, vale lembrar, se deu por conta da liberação de Neilton, hoje no Vitória.

A Raposa espera uma reunião com a cúpula paulista para saber quem poderia reforçar o time do Morumbi em 2018. O Cruzeiro aceitaria envolver até algumas peças do atual elenco para assegurar a sequência do atleta de 29 anos. Os nomes para o acordo atual ainda são estudados pelas partes.

O São Paulo está aberto a trocas, mas aguarda uma proposta convincente para deixar que Hudson siga em Belo Horizonte. Valorizado pela conquista da Copa do Brasil 2017, o jogador é um nome que agrada ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e à torcida.

Em caso de retorno ao Morumbi, onde tem contrato até dezembro de 2019, Hudson receberia um aumento salarial e teria a duração do compromisso ampliada.

Ciente da necessidade de acerto com o Tricolor, o Cruzeiro já colocou as cartas na mesa para o empresário do atleta. O agente Luciano Couto recebeu um telefonema de Itair Machado, vice de futebol da Raposa, na última semana, e soube do desejo de acerto imediato do clube.

Como o representante de Hudson reside em Madri, os mineiros aguardam uma viagem ao Brasil para realizar uma reunião por sua renovação contratual. A ideia é mostrar o projeto de 2018 ao empresário. Os mineiros sonham com o título da Copa Libertadores e creem que isso, aliado à renovação de Mano Menezes, pode ser determinante para o compromisso.

Logo após assinar o novo vínculo, o treinador cruzeirense solicitou a manutenção de Hudson em definitivo. A ideia é que o jogador, titular de sua formação, assine um compromisso com duração de pelo menos três temporadas na Toca da Raposa II.

Futebol